Início » Aplicativos e Software » Uber permite abrir queixa contra motorista durante a viagem

Uber permite abrir queixa contra motorista durante a viagem

A Uber quer estimular passageiros a relatarem preocupações com segurança, mesmo que elas não sejam emergenciais

Victor Hugo Silva Por

Os passageiros da Uber não precisarão mais esperar o fim das viagens para informar a empresa sobre problemas de segurança que não são emergenciais. Um novo recurso permite que os usuários enviem comentários enquanto estiverem no veículo.

Para isso, será preciso apenas tocar sobre o ícone do escudo azul que aparece sobre o mapa e escolher a opção “Relatar problema de segurança”. Em seguida, o aplicativo apresentará uma tela com um campo para o comentário.

A Uber entrará em contato com o passageiro após a viagem para tentar resolver o problema. A seção é voltada para informar práticas inapropriadas dos motoristas que não são tão graves à ponto de ser preciso ligar para a polícia.

O exemplo apresentado pela Uber é o de motoristas que seguram o celular enquanto dirigem. A empresa identificou que, apesar de indevidas, prática como essa não costumam ser informada por passageiros. Isso acontece por conta de eventos que surgem após a viagem, como um encontro com amigos ou uma reunião de trabalho.

“Ao criar um canal extra de comentários, queremos incentivar as pessoas a compartilharem observações quando for conveniente para elas, o que nos ajuda a identificar melhor os problemas e orientar nosso trabalho para ajudar a desenvolver soluções de segurança”, afirmou a Uber.

O serviço tem ganhado novas ferramentas para aumentar a segurança dos usuários. A plataforma liberou, recentemente, recursos que gravam conversas em viagens e detectam situações inesperadas, como paradas muito longas ou mudanças de trajeto.

Com informações: Uber.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
7 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rafael Moreira (@Rafael_Moreira)

O problema maior é que a empresa nunca houve o outro lado (motorista). Caso o passageiro reporte algo durante uma viagem a melhor solução segundo a empresa é a exclusão de seu parceiro do sistema. Na minha opinião tem que haver uma análise melhor dos fatos, escutando ambos os lados.

Fábio Laurindo (@Fabio_Laurindo)

O Uber esta ficando igual Mercado Livre só o lado que compra o serviço tem a razão, outro dia eu passageiro estava conversando isto com um motorista, hoje este mundo de mimimi, muitas vezes uma colocação é mal vista e pode virar exclusão do motorista. Eu mesmo sendo passageiro, acho que tem muita coisa que deve mudar sim e o Uber deve avaliar os dois lados da história…

Mario (@Mario)

Esse post me lembrou um episódio do NTBN que ouvi esses dias, sobre precarização do trabalho por apps como Uber e Ifood, com ex-uber e ex-“ifooder” dono de restaurante. Vale a ouvida, ali tu vê como esses apps estão sendo prejudiciais numa visão mais macro: pratica do dumping, decisões unilaterais, etc… é foda.

vale a ouvida, a partir do 01:10:00

https://anchor.fm/ntbn/episodes/53---Cozinha-Deep-Web-eareou/a-a1fvvpj