Início » Aplicativos e Software » Saiba o que é esse Flipboard que todos estão comentando

Saiba o que é esse Flipboard que todos estão comentando

Veja o que é o Flipboard e saiba o motivo que fez o aplicativo se tornar popular de forma tão rápida na internet

Por

Ao longo dos últimos dias muito se falou a respeito de um novo app para iPad, o Flipboard, um aplicativo tão bem sucedido que foi um fracasso (já já eu explico ;)). Testei o aplicativo e explicarei o que é o Flipboard e a razão do aplicativo ser tão comentado.

O que é Flipboard

Flipboard (Imagem: Reprodução/ Flipboard)

O Flipboard inovou na tentativa de ser uma “revista social” no iPad. A proposta do app é mostrar — com uma diagramação que lembra a mídia impressa — não apenas notícias, mas também o que os seus contatos estão comentando e indicando no Twitter e no Facebook. Assim, você teria à mão, por exemplo, uma revista digital com os links e imagens que as pessoas que você segue no Twitter mais estão comentando.

A idéia parece boa, não é? Não foi só você que achou. O Flipboard foi um sucesso tão grande que seus servidores não aguentaram a demanda.

O resultado disso é que, apenas um dia depois da estreia do aplicativo, ele foi atualizado com uma versão que não mais integra seus contatos do Twitter e do Facebook. Tudo o que se tem agora são as revistas compostas por links que provedores de conteúdo pré-selecionados pelo app publicam no Twitter.

Um aspecto interessante do aplicativo, é a capacidade de pegar os links publicados em redes sociais, segui-los e exibir seu conteúdo de texto e imagem na diagramação própria do app. A questão é que ele não usa para isso o RSS do site em questão, no qual os responsáveis tem a opção de publicar apenas um trecho do post para que os leitores interessados em sua totalidade sigam adiante e visitem seu site. O Flipboard não faz isso. Ele exibe o conteúdo completo dos sites, independentemente de como esteja configurado o RSS.

Para que fique mais claro porque se reclama dessa atitude, o que o Flipboard faz é, basicamente, pegar o texto e as imagens do seu site, ignorar a sua formatação, ignorar os seus anunciantes, ignorar qualquer outra coisa interessante que você tenha feito para o seu site (como uma seção de comentários ou uma barra de destaques) e exibir no aplicativo sem pedir sua autorização. Por essa razão a legalidade disso está sendo discutida.

Deixando isso um pouco de lado, o Fliboard é sim um aplicativo interessante, mas que perde muito ao não dar conta da demanda e deixar seus usuários sem a opção de integrar ao app suas redes sociais, que é cerne de sua propaganda. Sem isso, ele nada mais é do que um tipo de leitor de RSS sem o RSS, e que não lhe permite escolher os feeds que quer acompanhar. E leitores de RSS (de verdade) que são visualmente atraentes já existem para o iPad. Por exemplo o Pulse e o Early Edition (este último tem proposta visual similar ao Flipboard, mostrando seus feeds como que em um jornal).