Início » Brasil » WhatsApp, OLX e Mercado Livre são questionados após serem usados em golpe

WhatsApp, OLX e Mercado Livre são questionados após serem usados em golpe

O Procon-SP quer saber o que as empresas têm feito para garantir a segurança dos usuários

Victor Hugo Silva Por

O Procon-SP notificou WhatsApp, OLX, Mercado Livre e ZAP devido a um golpe que usa os sites para roubar o código de segurança do aplicativo de mensagens. O órgão quer saber quais ações as empresas têm tomado para proteger os usuários.

whatsapp na tela

A notificação também questiona como os usuários estão sendo alertados a respeito desse golpe e se as empresas oferecem informações sobre os serviços que prestam e suas condições de uso. O Procon-SP afirma ter enviado o comunicado na quarta-feira (17) e deu 72 horas para receber uma resposta.

O golpe realizado a partir dos sites usam números de telefone exibidos nos anúncios para roubar a conta do WhatsApp dos vendedores. Os golpistas entram em contato e se passam por funcionários de empresas como OLX, Mercado Livre e ZAP.

Eles alegam que precisam do código enviado por SMS para regularizar o anúncio. O código, no entanto, é um PIN de autenticação do WhatsApp que permite acionar, em outro aparelho, a conta que a vítima tem no aplicativo de mensagens.

Caso o autor do anúncio não perceba nada estranho e envie o código, o golpista clona seu WhatsApp e começa a enviar mensagens para seus contatos. Uma das práticas mais comuns é mandar mensagens pedindo dinheiro emprestado.

O primeiro passo para evitar o golpe dos anúncios é não revelar o código de verificação a desconhecidas. Outra recomendação é ativar a autenticação de dois fatores no WhatsApp (e, de preferência, em todas as redes sociais). Ela permite criar sua própria senha de seis dígitos, que será solicitada junto com o código de verificação sempre que a conta for configurada em um novo aparelho.

A OLX enviou o seguinte comunicado ao Tecnoblog:

A OLX informa que até o momento não foi notificada pelo Procon-SP. A empresa reforça que não solicita código de verificação ou senhas fora do site para nenhum usuário e recomenda sempre que as negociações aconteçam via chat, na plataforma. A OLX investe continuamente em tecnologia e na comunicação de melhores práticas de compra e venda, com alertas durante a jornada do consumidor na plataforma e informações em seus canais oficiais e redes sociais.

Golpe do WhatsApp / whatsapp olx

Com informações: Procon-SP.

Comentários da Comunidade

6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@teh
cade o facebook nisso? Nossa aquele marketplace (alem do feed, claro) esta inundado de golpe.
Nao acho que essas empresas vao fazer alguma coisa… o lema delas são: anuncie ai e nao nos responsabilizamos por nada.
Daniel Plácido
Esqueceram das operadoras pelos golpes de falso sequestro vindos dos presídios, dos shopping centers por gente que leva o golpe do Iphone/tijolo e por aí vai.
Edilson Junior
Isso se resolveria na maior parte com o WhatsApp forçando, ou sugerindo mais, o uso da verificação de duas etapas. Conscientizaria o usuário logo quando começasse a usar o aplicativo.
Ismael Faleiro
Quando se tratando de ML, eu pago a mais pelo serviço do MP, então acho valido eles serem responsabilizados já que lucram com esse serviço.
Participe da discussão