Início » Brasil » Governo prepara comitiva para visitar Tesla em março

Governo prepara comitiva para visitar Tesla em março

O governo federal discutiu detalhes da visita à Tesla para demonstrar interesse em abrigar uma fábrica da montadora

Victor Hugo Silva Por

A iniciativa para atrair uma fábrica da Tesla ao Brasil continua sendo discutida. O governo federal tratou nesta quinta-feira (20) sobre a comitiva que será formada a fábrica da montadora nos Estados Unidos O Tecnoblog apurou que ela deve acontecer em março.

Tesla Model Y

A conversa ocorreu por uma videoconferência com a participação à distância do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marco Pontes. O chefe da pasta passou por uma cirurgia no ouvido no último domingo (16).

Em Brasília, estavam o ministro-conselheiro da embaixada dos Estados Unidos no Brasil, William Popp, os deputados federais Daniel Freitas (PSL-SC) e Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), e outros representantes do governo e da embaixada.

A reunião serviu para discutir detalhes da possível visita à Tesla. A comitiva será usada para o governo brasileiro formalizar o interesse de abrigar uma fábrica da montadora no Brasil. A visita deverá ter a presença do presidente Jair Bolsonaro, dos ministros Pontes e Paulo Guedes (Economia) e do deputado Freitas, interlocutor da iniciativa.

Na semana passada, Pontes e Freitas realizaram uma videoconferência com um representante da Tesla. A conversa também foi acompanhada por Claiton Pacheco Galdino, secretário de Desenvolvimento Econômico de Criciúma (SC), cidade que estaria aberta a receber uma fábrica da Tesla.

Segundo o governo, a reunião serviu para criar uma aproximação com a empresa e apresentar vantagens da instalação da fábrica no Brasil.

Com informações: Reuters.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
17 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lugi lanzii (@Lugi_lanzii)

Iria ser bem interessante uma fabrica da Tesla aqui, quem sabe fica mais viavel.

Igor (@igor_meloil)

Eu ficaria feliz pela geração de empregos que causaria, mas pra comprar carro não. Só de conversão um Model 3 seria 120k, considerando q ela teria q recuperar o investimento feito na fábrica, esse carro não custaria menos de 200k, sendo otimista, e isso é BEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEM longe de viável pro basileiro.

Julian Leno (@Julianleno)

E ainda tem gente que só sabe ficar na mesma ladainha de sempre de #elenão mesmo sendo notória a vontade do governo de trazer progresso pro nosso país.

Daniel Soares (@dsoares)

Mas intervenção estatal não causaria distorção nos mercados? Pelo menos é isso que os filósofos econômicos da Escola Austríaca vem repetindo desde a década de 1940.

O que mudou? Agora pode? Fiquei meio perdido.

Thiago Mobilon (@mobilon)

Se o Governo oferecer subsídios ou qualquer tipo de benefício só pra trazer a fábrica, aí é ruim. Agora, abrir um canal de conversa, vender a ideia da instalação da fábrica, etc. não tem nada de errado. Não afeta o funcionamento do mercado, contanto que não exista nenhum tipo de privilégio.

A empresa abriria se ela achasse que é lucrativo (evidente que ela faria os estudos dela) e poderia ser benéfico a todos. Se o investimento não vingasse, a empresa teria seus prejuízos e o problema seria só dela.

Agora, se eu acho que vai rolar sem subsídio? Não. O setor automotivo é altamente subsidiado no Brasil. Com certeza vão oferecer algum tipo de isenção fiscal, com a desculpa de que é uma tecnologia limpa.

Victor Hugo Silva (@victorhugo)

Lembrando que já existe um projeto de lei que propõe isenção de IPI até 2029 para a produção, no Brasil, de carros elétricos e baterias. Se essas conversas com a Tesla avançarem, a tendência é que o projeto ganhe mais atenção no Congresso.

Thiago Mobilon (@mobilon)

Cara, tu escreveu uma página da Wikipedia numa discussão sobre se a tesla vem pro Brasil ou não…

Você fez uma pergunta, eu ignorei a ironia e respondi algo factual, apenas. O Victor até complementou com a informação da isenção fiscal.

É só isso, relaxa. Não tem pq a gente discutir macroeconomia, ou se o liberalismo de x ou y ainda faz parte de instituições mundiais nesse post haha