Início » Negócios » Elon Musk dispensa diploma de faculdade, mas Tesla faz exigência

Elon Musk dispensa diploma de faculdade, mas Tesla faz exigência

Elon Musk diz que não é necessário ter formação acadêmica para trabalhar na Tesla; diversas vagas da empresa exigem graduação

Felipe Ventura Por

Elon Musk disse recentemente que não é necessário ter um diploma de faculdade para trabalhar na Tesla, nem para participar de um hackaton de inteligência artificial com a equipe do Autopilot. No entanto, a fabricante de carros elétricos faz essa exigência em quase metade de suas vagas de emprego.

Foto pot James Duncan Davidson/TED Conference/Flickr

O The Next Web fez um levantamento das 1.715 vagas atualmente abertas na Tesla para trabalhar na América do Norte. 44% delas exigem algum tipo de diploma, seja de ensino superior ou pós-graduação.

As vagas que requerem formação acadêmica — sem a possibilidade de substituir por experiência equivalente — estão concentradas em engenharia e TI; manufatura; e instalação de serviço e energia.

Setor Número de vagas que exigem diploma
Engenharia e TI 245
Manufatura 133
Instalação de serviço e energia 99
Vendas e suporte ao cliente 90
Facilities (construção e manutenção de edifícios) 52
Suporte a operações e negócios 41
Cadeia de suprimentos 34
Financeiro 20
Design 17
Recursos humanos 13
Jurídico e relações governamentais 8
Marketing e comunicação 6

Tesla aceita experiência equivalente em algumas vagas

Enquanto isso, 22% das vagas mencionam formação acadêmica, mas permitem substituí-la por experiência equivalente; é o que muitas empresas do Vale do Silício vêm fazendo.

Apple, Google e IBM exigem certo nível de qualificação, incluindo habilidades necessárias para o cargo — mas um diploma não é obrigatório. Nubank, iFood e Loggi seguem o exemplo.

Por sua vez, as vagas que correspondem aos 34% restantes não mencionam as palavras “diploma”, “formação” (degree), “bacharelado” (bachelor ou B.S.), “mestrado” (master ou M.S.) nem “PhD”.

Estas são as quantidades de vagas, por setor, que aceitam experiência equivalente ou não citam formação acadêmica:

Setor Número de vagas que não exigem diploma
Instalação de serviço e energia 368
Engenharia e TI 228
Manufatura 157
Cadeia de suprimentos 43
Facilities (construção e manutenção de edifícios) 42
Vendas e suporte ao cliente 35
Suporte a operações e negócios 34
Recursos humanos 20
Jurídico e relações governamentais 13
Financeiro 11
Design 5
Marketing e comunicação 1

Musk: “não ligo nem se você terminou o ensino médio”

Em dezembro, um seguidor no Twitter perguntou se Musk tinha uma posição firme em não exigir diploma universitário para trabalhar na Tesla. O CEO respondeu: “sim”.

É algo que Musk vem dizendo desde pelo menos 2014, quando ele explicou em uma entrevista que “não é necessário nem sequer ter um diploma universitário, ou mesmo o ensino médio” para conseguir vaga na Tesla. “Se houver um histórico de conquistas excepcionais, é provável que isso continue no futuro.”

Recentemente, Musk tuitou que a empresa vai realizar um hackathon de inteligência artificial na casa dele com a equipe responsável pelo Autopilot, sistema de condução automatizada.

Ele disse que, para participar, “um PhD definitivamente não é necessário; tudo o que importa é uma profunda compreensão de IA e capacidade de implementar redes neurais de uma maneira que seja realmente útil… não ligo nem se você terminou o ensino médio”.

Musk é formado pela Universidade da Pensilvânia com bacharelado em economia na Wharton Business School. Ele obteve o diploma em 1997 e cofundou o PayPal no ano seguinte.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
10 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Emanuel Schott (@Emanuel_Schott)

É aquela coisa, eu posso deixar de exigir nível superior, mas se o cargo necessita emitir algum certificado (anotação de responsabilidade técnica do CREA por exemplo), não adianta só ter conhecimento, é preciso ter registro no órgão e o órgão vai exigir nível superior.

Gabriel Arruda (@gdarruda)

Eu acho que é um discurso que muda muito pouco as coisas na prática, área de TI raramente exige diploma da área e mais algum diploma de ensino superior porque é padrão. Sempre foi muito comum pessoas de outras formações migrarem para TI durante a vida no mercado de trabalho e nunca vi o caso de ninguém falando “fui barrado porque sou físico/designer/advogado e não cientista da computação, mas eu atendia os requisitos da vaga”.

É muito raro alguém conseguir construir um currículo para entrar na Apple/Tesla/IBM sem ter pelo menos uma formação superior seja qual for.

Gustavo (@GustavoF)

Ifood não exige formação? Já tem graduação em entregador de fast food no Brasil é? Hahahaha

Emanuel Schott (@Emanuel_Schott)

iFood é uma empresa de tecnologia, não de entrega de comida.

Fábio Laurindo (@Fabio_Laurindo)

Hoje já estamos no plano de saúde que administro junto há outros gestores, propondo em diversos setores isto, inclusive Adm hoje surge super currículos que na prática nada sabem ou bem pouco, hoje buscamos mais talentos dentro dos setores inclusive nível técnico que faz muita diferença.

Tech Nerd 🤓 (@technerd)

Fato é que muitas empresas pedem requisitos desnecessários para facilitar a filtragem de candidatos e faculdades formam para a academia e não para o mercado.

Em empresas grandes muitas vezes o RH é quem faz a seleção e nem conta com auxílio de algum gerente da área e isso pode resultar em injustiças.

Tech Nerd 🤓 (@technerd)

Cabe as empresas também esse papel de treinar minimamente a mão de obra, pq mesmo a pessoa tendo uma boa base cada empresa tem um método próprio de atuação.

Fábio Laurindo (@Fabio_Laurindo)

Eu não acho isto, muitos entram e mal sabem fazer uma planilha de Excel, você se pergunta aonde este cabra se formou? Coisas básicas os jovens não conseguem desenvolver, e muitas vezes quem não tem oportunidade para custear uma universidade mais tem experiência interna fica esquecido, eu e outros enxergamos isto e fazemos um plano de carreira e outra coisa que contamina empresa o indicado, quando adquirimos o famoso hospital samaritano fizemos um limpa nos indicados tinha pessoas que recebiam por dia fichas de máquinas para ficar comendo invés de trabalhar porque era parente de fulano ou ciclano.
Hoje vejo as coisas ao menos no plano que trabalho mais justo.
Nem sempre o diploma é tudo, concordo que a empresa muitas vezes tem que fazer reciclagem, porém os menos interessados são os de sempre, que se acham os melhores e indicados.

Eu (@Keaton)

Elon Musk disse recentemente que não é necessário ter um diploma de faculdade para trabalhar na Tesla , nem para participar de um hackaton de inteligência artificial com a equipe do Autopilot.

Tecnicamente falando, o Elon Musk não disse que todo emprego na Tesla requeria um diploma. O que fica comprovado logo na próxima frase…

essa exigência em quase metade de suas vagas de emprego.

Ou seja, mais da metade não requer. hahaha

Lucas Blassioli (@olucaslab)

Nada mais claro que isso, quantas vezes participei de vagas que mostrei aptidão técnica em provas melhor que formados ou alguns estudantes da área mas… “Você não faz faculdade e nossa empresa exige que você esteja no último semestre ou formado em X”. Tem algumas injustiças que fiquei bem puto, mas nunca mais vou esquecer de uma startup que me ligou depois de uma negação pois o cara que foi no meu lugar conseguiu deixar a empresa inoperante no primeiro dia de trabalho… é assim que funciona.

Mas assim, o diploma hoje em dia é um papel para o certificado… como disse aqui:

Eu nem fico puto de ser negado em algo que não tenho um certificado, até entendo, pois depois de tirar uma certificação numa antiga empresa entendi o quão importante é saber que X não é Y num ambiente corporativo. Mesmo assim, existe a questão que o certificado, como o diploma, é um papel dizendo que você é capaz de fazer uma coisa. Eu me matei para tirar o TOEFL, mas hoje em dia é a prova que muitas empresas exigem que eu realmente sei inglês para as empresas… enfim, é isso.

Tech Nerd 🤓 (@technerd)

É uma coisa complicada:

Universidades muitas vezes não ensinam de acordo com as necessidades do mercado, como o amigo disse ali tem gente que sai sem saber o básico de Excel. Eu sei disso pq fiz faculdade numa das melhores universidades do país e aprendi excel por conta própria e no trabalho. Muitos dos meus colegas não aprenderam pq não foi exigido e NADA dentro da universidade.

É aquela velha história o que é melhor um cidadão com diploma que não sabe fazer nada ou um sem diploma, mas que tem muito conhecimento e experiência?

Lucas Blassioli (@olucaslab)

Entramos numa máxima que já foi citada aqui, maioria das pessoas que entrevistam você são do RH e eles tem uma checklist burra para preencher, que é uma série de perguntas de disponibilidade e conhecimento formal, muitas vezes mesmo que você explique que trabalhou durante anos com certa coisa mas não tem o diploma, é menos uma opção marcada no checklist deles. Raramente participei de uma entrevista onde tinha um representante da área que fosse trabalhar lá na sala.

Gustavo (@GustavoF)

Empresa de tecnologia cuja única e principal atividade é entregar comida? Tá certo…

Seguindo seu raciocínio, uma lanchonete que atenda pedidos por telefone pode ser considerado um call center e não precisará sequer passar pela vistoria da vigilância sanitária.

Emanuel Schott (@Emanuel_Schott)

Analogia bem falha.

A lanchonete que vende por callcenter tá vendendo o produto dela. O iFood apenas faz a ligação cliente/restaurante/entregador. Não é o iFood que prepara a comida e não é o iFood que faz a entrega.

imhotep (@imhotep)

Faculdade nenhuma tem que ensinar Excel ou qualquer outra ferramenta.
Ferramenta vc aprende fora.
O que a faculdade tem que te passar é estatística, finanças, etc. Se vai calcular na mão ou no Excel, pouco importa.

Qualquer programa é só ferramenta, como um martelo ou serrote.
O que vc faz com elas é que é a diferença.

Exibir mais comentários