Início » Jogos » Nvidia GeForce Now perde Fallout e outros jogos da Bethesda

Nvidia GeForce Now perde Fallout e outros jogos da Bethesda

Wolfenstein Youngblood continua disponível na plataforma

André Fogaça Por

O GeForce Now, da Nvidia, comemorou na semana passada que já conta com mais de 1 milhão de jogadores, mas a empresa conhecida pelas placas de vídeo também perdeu nomes importantes e eles incluem a série Fallout da desenvolvedora Bethesda, que manterá apenas um título disponível.

geforce now fallout 76 pip boy

Se você é amante de jogos de tiro em primeira pessoa, conhece a Bethesda. Ela tem mãos nos relançamentos das séries Doom e Wolfenstein, além de ter presença em outros nomes como Rage e Fallout. O GeForce Now, plataforma de streaming de jogos da Nvidia, foi lançado com estes jogos dentro do catálogo de games compatíveis, mas já não tem mais.

O fim da parceria com a Bethesda foi anunciado dentro do fórum de discussão da própria Nvidia, mas que não afetará Wolfenstein Youngblood. A baixa acontece poucos dias depois da Activision Blizzard também retirar seus games, com destaque para a série de tiro em primeira pessoa Call of Duty.

A divulgação da remoção dos jogos da Bethesda não explica o motivo do ocorrido, mas deixa o GeForce Now com ainda menos desenvolvedoras e publishers famosas. Tirando a Bethesda e Activision Blizzard, o serviço de streaming já não conta com nenhum título da EA (que tem as séries Battlefield, The Sims e Fifa), Konami (com nomes como Pro Evolution Soccer e Metal Gear Solid), Rockstar (dona de todos os GTA) e nem da Capcom (que fez fama com jogos de luta como Street Fighter).

O GeForce Now é um serviço que concorre com o Stadia do Google, mas funcionando de forma diferente. No lugar de cobrar o acesso aos servidores e vender o game para sua plataforma, a Nvidia oferece uma hora sem custos para os jogadores e os jogos podem ser acessados com a comprovação de compra de outras lojas, como é o caso do Steam e GOG.

Existe um plano pago, chamado de Founders e que aumenta as horas de jogo, inclui os reflexos em tempo real das placas RTX e prioriza o acesso dos jogos nos servidores da empresa, custando US$ 5 por mês – com 90 dias de teste, grátis.

Mesmo perdendo alguns jogos, a Nvidia afirma que existem 1,5 mil games disponíveis neste momento e que mais de 1 milhão de usuários foram registrados no período de testes do plano Founders.

Não há previsão de lançamento do GeForce Now no Brasil.

Com informações: Nvidia e Ars Technica.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação