Início » Gadgets » Xiaomi AirDots Pro 2 são homologados pela Anatel

Xiaomi AirDots Pro 2 são homologados pela Anatel

Preço e data de lançamento de Xiaomi AirDots Pro 2 ainda são um mistério

Bruno Gall De BlasiPor

O Xiaomi AirDots Pro 2 pode chegar às lojas brasileiras a qualquer instante: o fone de ouvido da Xiaomi, que lembra bastante o AirPods Pro, da Apple, já está autorizado pela Anatel para ser comercializado no país. Ainda assim, mesmo com a emissão do certificado de homologação da agência, não há previsão de data e preço de lançamento do wearable no Brasil.

Mi AirDots Pro 2

O fone sem fio de modelo MB40970 está certificado no país desde 29 de janeiro de 2020, como mostra Everton Favretto, do Plantão Anatel. Segundo o certificado, a solicitação de homologação partiu da DL Eletrônicos, empresa brasileira que vem distribuindo produtos da Xiaomi no país oficialmente desde o primeiro semestre de 2019.

Demais informações referentes ao lançamento do AirDots Pro 2 – que pode vir a ser chamado de Mi True Wireless Earbuds 2 – ainda são um mistério. A expectativa é de que o wearable seja anunciado no país ainda nos próximos meses.

Certificado de homologação do Xiaomi AirDots Pro 2

Xiaomi AirDots Pro 2 tem cancelamento de ruído

O Xiaomi AirDots Pro 2 é um fone de ouvido totalmente sem fio da Xiaomi. Seu destaque fica pelo cancelamento de ruído, o que permite ouvir músicas com mais clareza sem o incômodo do barulho ambiente. Além disso, ele também chama a atenção pelo seu visual, bastante parecido com o AirPods Pro, da Apple.

O fone também traz alguns recursos inteligentes, como os sensores que pausam a música ao retirá-lo do ouvido. Ele também se conecta automaticamente com smartphones da Xiaomi logo assim que o usuário abre a caixinha, recurso que agiliza e facilita o processo de pareamento de dispositivos.

A ficha técnica fica completa com a conexão Bluetooth 5.0 e a bateria com promessa de 4h de reprodução contínua. O fone chegou ao comércio chinês em 27 de setembro de 2019 por 399 yuan (cerca de R$ 255 em conversão direta).

Com informações: Plantão Anatel e Gizmochina

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando