Início » Negócios » Facebook cancela conferência F8 devido ao coronavírus

Facebook cancela conferência F8 devido ao coronavírus

Evento para desenvolvedores aconteceria em maio na cidade de San Jose, nos Estados Unidos

Paulo Higa Por

Mais um evento de tecnologia foi cancelado devido a preocupações com o coronavírus: o Facebook anunciou na quinta-feira (27) que sua conferência anual para desenvolvedores, a F8, não será mais realizada entre os dias 5 e 6 de maio. Em vez disso, a companhia planeja organizar encontros locais entre desenvolvedores e estudantes.

Mark Zuckerberg na F8 2018

A F8 é a principal conferência do Facebook no ano, onde a empresa anuncia novos produtos em apresentações de Mark Zuckerberg e outros executivos, além de promover sessões e encontros com desenvolvedores. Com cerca de 5 mil participantes, o evento costuma ocorrer entre abril e maio no San Jose Convention Center, na Califórnia — mesmo local onde normalmente é realizada a WWDC, da Apple.

Em nota, o diretor de parcerias de plataforma do Facebook, Konstantinos Papamiltiadis, confirma o cancelamento da F8 2020 devido ao Covid-19. Ele diz que a decisão foi difícil, “mas precisamos priorizar a saúde e a segurança de nossos parceiros desenvolvedores, funcionários e todo mundo que ajuda a manter a F8”.

“No lugar do evento presencial da F8, estamos planejando outras formas de nossa comunidade se reunir por meio de uma combinação de eventos locais, vídeos e conteúdo transmitido ao vivo. Vamos compartilhar detalhes adicionais sobre nossos planos para a F8 nas próximas semanas”, diz Papamiltiadis, que espera encontrar a “comunidade global de desenvolvedores na F8 2021”.

Na cidade de San Jose, que não receberá mais a F8 este ano, organizações que trabalham na diversifcação da indústria de tecnologia receberão uma doação de US$ 500 mil, o dobro do montante oferecido pelo Facebook em anos anteriores.

O coronavírus tem impactado outros eventos de tecnologia. O Mobile World Congress 2020, que aconteceria em fevereiro em Barcelona, não teve uma edição pela primeira vez em quase 15 anos; o evento gera 14 mil empregos temporários e movimenta 500 milhões de euros. Já a Game Developers Conference 2020, que ainda está planejado para março em San Francisco, não contará com a participação de nomes como Sony, Microsoft, EA, Epic Games e Kojima Productions.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação