Início » Carro » Citroën Ami é um carro elétrico barato que não requer habilitação

Citroën Ami é um carro elétrico barato que não requer habilitação

A ser lançando na Europa, Citroën Ami poderá ser comprado ou compartilhado via app

Emerson Alecrim Por

Por mais que pareça um brinquedo, o Citroën Ami é um projeto bem sério. Ou pelo menos tenta ser: a novidade da montadora francesa é um carro elétrico de dois lugares e apenas 2,41 m de comprimento (por 1,39 m de largura) que começará a circular pela Europa nas próximas semanas. O detalhe mais interessante: ele poderá ser compartilhado.

Citroën Ami

Para quem decidir comprar o Citroën Ami, o preço deverá variar entre € 6.000 e € 7.000, dependendo do país. Haverá uma opção de leasing: após pagar € 2.644, o usuário poderá utilizar o veículo pagando € 19,99 por mês.

Haverá também uma modalidade de compartilhamento por aplicativo que exigirá assinatura mensal de € 9,90 e cobrará € 0,26 por minuto de uso.

Citroën Ami

Motoristas habituados a carros com dimensões convencionais provavelmente estranharão uma proposta como essa, mas o Citroën Ami é voltado para outro tipo de público: adultos que precisam de um carro apenas para viagens curtas ou jovens com idade a partir de 14 anos.

Sim, adolescentes também poderão conduzir o Citroën Ami: em muitos países da Europa, esse tipo de veículo (pequeno e de baixa potência) não requer carteira de motorista, logo, pode ser dirigido por jovens com idade mínima de 14 anos ou, em determinados locais, 16 anos.

Interior do Citroën Ami

A velocidade máxima do Citroën Ami é de 45 km/h e a autonomia é de até 70 km com uma carga completa. A bateria, de 5,5 kWh, precisa de até três horas de tomada para ficar completamente cheia.

Para diminuir os custos e o peso do veículo, a Citroën deixou de equipar o Ami com recursos que, hoje, são triviais nos carros convencionais. O diminuto automóvel não tem ar condicionado ou vidros elétricos, por exemplo. Já o painel é tão simples quanto o de uma moto comum — pelo menos há espaço ali para o smartphone.

É difícil dizer se a proposta da Citroën fará sucesso, mas há potencial na ideia: o Ami vem para ser um veículo barato, com dimensões adequadas para uso urbano, foco em públicos mais adeptos da tecnologia e, tanto quanto possível, pegada ecológica.

O Citroën Ami entrará em pré-venda no final de março na França e, posteriormente, em países como Alemanha, Espanha, Itália e Portugal. A expectativa é a de que as primeiras unidades sejam entregues em junho.

Com informações: The Verge.

Comentários da Comunidade

18 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Leandro Alves
Não sei pq algumas marcas insistem em fazer carro elétrico feio pra caramba hahaha.
Jeffersom
Eu pagaria uns 20 mil num negocinho desses, mas se viesse pro brasil ia chegar no minimo por 70mil
Jacques
A ideia é interessante, basicamente um “carrinho de golf” feito pras cidades, seria bom um desses por aqui que custasse na faixa de uma moto zero ou pouco mais!



CRFjeffersom:

Eu pagaria uns 20 mil num negocinho desses, mas se viesse pro brasil ia chegar no minimo por 70mil


Só de conversão dá uns 35mil nos tempos atuais, mas a opção de pagar os +/- 3mil euros + 20 mensais é bem interessante!
Tech Nerd 🤓
Eu já estou cogitando a possibilidade de comprar uma bike elétrica só pra ir e voltar do trabalho, um carrinho desses aí se fosse barato poderia ser uma possibilidade.
ps.: maaaaas o sonho de consumo continua sendo um Cybertruck da Tesla.
João Luiz Gomes Silveira
Isso vai funcionar super bem no Japão onde ja tem aqueles carros pequenos que você aluga com smartphone
@imhotep
Esse tipo de carro pequeno é bem da cultura europeia.
Eu compraria pra trajeto casa trabalho, se o preço fosse baixo. Mas teria outro carro um pouco maior pra outras coisas.
Como carro é um negócio caro e ineficiente, fico com o meu, que está no meio do caminho.
Eu
Deve ser pro povo não querer roubar. hue
Mas falando sério, não é tão feio… podia ser um CyberTruck da vida.
Eu
E no Brasil ainda precisaria de habilitação, certo?
Bruno Cabral Peixoto
No Brasil as cinquentinha (motos de até 50km não preciso, mas carro não sei se precisa caso tenha essa velocidade máxima.
ochateador



Bruno_Cabral_Peixoto:

(motos de até 50km não preciso,


Não seria 50 cm³ ?
Se a citroen fizer um bom planejamento dos estacionamentos de recargas e do sistema de aluguel, esse veículo pode ter bastante sucesso.
Pois a pessoa solicitaria o veículo, usaria para ir do ponto A ao B, C, etc (rodando um máximo de 50KM), a empresa recolheria o veículo para recarregar/guardar.
Pelo que vi (0:51 e 1:15) tem um espacinho pequeno, mas interessante para guardar as compras ou transportar algo de pequeno volume (talvez se jogar/rebater o banco de pessageiro para frente aumente bem o espaço).
Fotos extras https://int-media.citroen.com/en/AMI
@Rogerio.Neves
Moro num lugar bastante quente. Minhas preocupações com esse carro seriam: falta de ar-condicionado (pior que com ele a bateria não deve durar muito) e vida útil da bateria. Fora isso, até poderia ter como carro alternativo.
Adriano Angelo
Impossível em alguns locais. Imagina um desses em Palmas ou Teresina?
@imhotep
Carro comumente é feito para primeiro dono.
Nesse sentido, não me preocupa duração de bateria, considerando que o primeiro dono vai passar o carro pra frente depois.
@ksio89
Impossível até mesmo em algumas regiões da Espanha, Portugal e Itália com clima mediterrâneo, tem lugar lá que é bastante quente dependendo da época.
Vinicius
Vejo um problema pra inverno também, porque sem o ar-condicionado não vai dar para esquentar o veículo no frio.
Rychillie 🦄
já quero um! hehe
Jorge Luis
acho que pagam tranquilamente 45, o preço de um popular. Muita gente tem um carro apenas para ir trabalhar e outros tantos são solteiros e gostariam de um carrinho desses. Eu não me encaixo em nenhum dos dois casos.
Participe da discussão