Início » Celular » Galaxy S20 vende menos que o esperado em lançamento na Coreia

Galaxy S20 vende menos que o esperado em lançamento na Coreia

Redução nas vendas do Galaxy S20 é de 50% em relação ao Galaxy S10

Bruno Gall De Blasi Por

O Samsung Galaxy S20 vendeu menos que o esperado em seu lançamento na Coreia do Sul, cuja redução é de 50% quando comparado com o antecessor Galaxy S10, de 2019. Entre os motivos para a queda está o surto de coronavírus, o Covid-19, cujo país asiático já possui mais de 2.000 casos confirmados até o momento.

Samsung Galaxy S20

Anunciada em fevereiro de 2020, a linha Galaxy S20 traz os três smartphones mais avançados da fabricante sul coreana na atualidade. Ainda assim, as vendas dos smartphones não decolaram em seu país de origem, como veio acontecendo nos últimos anos.

Somente 70.800 unidades do Galaxy S20 foram comercializadas no primeiro dia, segundo a agência de notícias local Yonhap News Agency. O número é 50% inferior ao antecessor Galaxy S10, que chegou a alcançar 140 mil vendas, e é também bem abaixo do Galaxy Note 10, que alcançou a marca de 220 mil celulares distribuídos em agosto de 2019.

Um dos motivos para a queda nas vendas é o medo causado pelo Covid-19. Segundo um representante de uma operadora local, "as vendas foram afetadas por quedas acentuadas nos descontos para novos telefones e pelo número de visitantes de lojas offline devido a temores de infecção por coronavírus".

Não para menos, o surto de coronavírus já vem afetando a indústria de tecnologia. A cargo de exemplo, a venda de celulares na China sofreu redução de 40%, de acordo com o Ministério da Indústria e Tecnologia da Informações da China. Além disso, dois eventos de tecnologia (MWC 2020 e F8) já foram cancelados por conta da doença.

A linha Galaxy S20, composta pelo Galaxy S20, Galaxy S20 Plus e Galaxy S20 Ultra, foi apresentada nos Estados Unidos em fevereiro de 2020 com destaque à câmera traseira, edições com suporte ao 5G e ficha técnica avançada, com o processador Exynos 990 para a versão brasileira. O celular será anunciado no Brasil em 11 de março, em São Paulo.

Com informações: 9to5Google e Yonhap News Agency

Comentários da Comunidade

5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@LeandroCSC

Eu ainda acho que essa nomenclatura não ajudou muito. Samsung cada vez se perdendo mais. E o consumidor tbm. Se fosse nomeado como S11,S11+ e S11 Ultra,o resultado não teria sido tão decepcionante.

Pierre

Me corrijam se eu estiver errado, mas as versões incrementais, historicamente, não vendem menos?

Não houve mudanças significativas no S20 que justifiquem a troca de um S10, por exemplo. Segundo a tradição da Samsung, só teremos algo mais inovador no Galaxy S30 (?).

Gustavo

Sim, de fato já era esperado. Quando eu usava Samsung sempre pulava os ímpares da linha S.

Participe da discussão