O Chrome OS 80 foi liberado pelo Google ontem (2), passou por um pequeno solavanco hoje (3) e voltou a estar disponível para todos os Chromebooks compatíveis. Dentro do pacote de novidades, a que se destaca é a possibilidade de colocar o player da Netflix em uma janela flutuante e que é chamada de picture-in-picture.

chromebook chrome os tecnoblog

Se você viveu os anos 90, certamente tem lembranças das TVs com picture-in-picture, que colocava um canal em uma janela bem pequena logo acima do canal de onde vem o som. No Chrome OS 80 o Google seguiu a ideia, que já é adotada por outros players como o próprio YouTube, para deixar o vídeo que roda do site da Netflix em destaque, mesmo quando a janela minimizada.

O recurso só funciona quando a Netflix é aberta a partir do aplicativo para Android, que pode ser instalado nativamente dentro do Chrome OS – a partir da Play Store, que chegou ao sistema operacional do gigante das buscas recentemente. O curioso é que o aplicativo da Netflix não consta mais como compatível com o Chrome OS, ao menos no Chromebook que tenho aqui (um Chromebook Plus da Samsung, de primeira geração).

Outra novidade está na interface que existe para o Chrome OS 80 que roda em tablets. Neles, mesmo com um mouse conectado de qualquer forma (com ou sem fios), a rotação automática da tela continuará ativada por padrão. Por fim, usuários que tiram proveito do Linux que passou a existir dentro destes computadores contarão com suporte para o container Debian 10.

Eu comentei sobre solavanco que aconteceu hoje, que foi uma pausa momentânea na atualização para alguma correção que o Google precisava fazer. Ela já aconteceu e o update voltou a ser liberado para todos os Chromebooks compatíveis.

Com informações: Google e Chrome Unboxed.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação