Início » Aplicativos e Software » AliExpress: surto de coronavírus pode atrasar encomendas da China

AliExpress: surto de coronavírus pode atrasar encomendas da China

AliExpress alerta clientes sobre possíveis atrasos em entregas por conta de coronavírus

Bruno Gall De Blasi Por

As encomendas da China podem demorar um pouco mais para serem entregues. É o que alerta o AliExpress aos clientes pelas redes sociais por conta dos reflexos causados pelo surto de coronavírus, o Covid-19, nos sistemas de logísticas de parceiros de uma das maiores lojas virtuais do mundo.

AliExpress

O comunicado chegou aos consumidores da plataforma de e-commerce pelo Facebook nesta terça-feira (3). Segundo a companhia, que conta principalmente com fornecedores que oferecem produtos diretamente da China, “pode haver alguns atrasos devido ao coronavírus”.

Diversos clientes do AliExpress aproveitaram a publicação para fazer reclamações. Nos comentários, os consumidores alegam que, além da demora, os prazos de entregas de pedidos foram automaticamente renovados, em vez de serem cancelados.

“Algumas entregas podem ser afetadas, mas estamos trabalhando duro para apoiar nossos vendedores neste momento difícil, minimizando qualquer inconveniente para nossos clientes”, explica a companhia à Reuters.

O AliExpress é uma das lojas da China que entregam no Brasil mais populares do mundo, em atividade desde 2010. Segundo a consultoria App Annie, o aplicativo oficial da loja está entre os dez mais baixados entre usuários de Android e iPhone entre os brasileiros.

AliExpress não é o único afetado pelo surto de coronavírus

A chinesa Alibaba, dona do AliExpress, não é a única empresa de tecnologia que vem enfrentando dificuldades por conta do surto de coronavírus. Nos últimos meses, eventos de grande peso para a indústria, como MWC 2020, F8, Google e Microsoft foram cancelados devido aos casos da doença. Além disso, já são reconhecidos os efeitos também na venda de smartphones, cuja queda é de 40% na China.

Até o momento, o Covid-19 já causou mais de 3.000 mortes pelo mundo. No Brasil, há 2 casos confirmados enquanto 488 são suspeitos. Não há registros de óbitos em território nacional por conta da doença.

Vale lembrar que não há risco de contrair o coronavírus por meio de encomendas recebidas por países com casos registrados da doença, segundo o AliExpress.

Com informações: Reuters, AliExpress, AliExpress (Facebook), UOL e G1

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lucas Gasparotto (@TyrMenethil)

Já está com o prazo maior há um bom tempo. E é natural que isso aconteça, azar de quem não pensou nisso. Eu comprei algo no começo de Dezembro e o prazo foi normal, dentro de 30 dias, chegando em 20 dias em casa. Agora estou até economizando em não comprar nada na Alie, pq estou precisando de uns trem e esperar até Maio pra chegar, melhor esperar.

 • 令和 • Ward'z de Souza 🇯🇵🎌🦊🔥 - Risonho e Límpido (@Wardz_de_souzA)

Tá explicado porquê minha câmera da Sonoff morreu na praia lá na China.

@Rogerio.Neves

Vi uma informação que o vírus “sobrevive” até 9 dias numa superfície. Se for verdade, a chance de chegar aqui por encomenda é “um pouquinho” difícil , mas durante o percurso…

Vinicius Andrade (@Toloko)

Agora os Correios podem falar que estao entregando dento do prazo do Ali

Eu (@Keaton)

Não é só o corona que tá atrasando encomendas da China… O dolar a 4,61 também tá atrasando minhas compras… o dolar vai ser penta ainda esse ano. hahaha