Início » Aplicativos e Software » Apple rejeita apps sobre coronavírus para barrar informações falsas

Apple rejeita apps sobre coronavírus para barrar informações falsas

O Google fez algo semelhante, mas apenas ao não exibir apps em buscas

André FogaçaPor

A Apple começou a rejeitar qualquer aplicativo que fale sobre o coronavírus Covid-19 e que quer um espaço dentro da App Store. A medida drástica tem como objetivo impedir a disseminação de informações falsas e libera apenas apps que foram desenvolvidos ou autorizados por agências de governo ou hospitais.

apple rejeita apps que falam sobre o coronavírus

A novidade foi divulgada pelo canal americano CNBC, que ouviu quatro desenvolvedores que tiveram suas solicitações de entrada de apps na App Store negadas. O curioso é que uma das aplicações que foram negadas entregava uma lista visual dos países que já estão com casos confirmados da doença, com dados que são obtidos pela Organização Mundial da Saúde.

Em uma busca rápida que fiz aqui no Brasil, o único resultado para uma busca com o termo “coronavírus” é o aplicativo desenvolvido pelo governo brasileiro, com a mão do Ministério da Saúde e que tem informações importantes como a localização dos pontos de atendimento do SUS, a lista de sintomas do Covid-19 e dicas do que fazer em caso de dúvidas sobre a prevenção da contaminação.

O Android também entra em jogo contra a desinformação

O Google também tomou algumas medidas, sendo que uma delas é focada em uma página que tem curadoria do gigante das buscas e lista os principais aplicativos para Android que contam com informações oficiais e seguras. A página pode ser acessada em seu smartphone (ou mesmo na versão web, no computador) clicando aqui.

Outra é semelhante ao que a Apple faz, mas focada na remoção de resultados sobre “coronavírus” quando a busca é feita dentro da Play Store em um Android. Em uma busca que fiz por aqui o resultado foi o mesmo da App Store, só que com um jogo acima do aplicativo do SUS.

Com informações: CNBC.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Claudio (@claudio)

Descobri isso da pior forma: tendo meu app barrado.

Desenvolvemos um app que mostrava o número de casos oficiais no Brasil em tempo real (puxados de uma universidade americana), além de informações de órgãos públicos sobre a doença, prevenção e grupos de risco.

Na hora de publicar na Play Store… simplesmente não publicavam e não falavam o motivo. Depois tentamos publicar na App Store e pelo menos tivemos uma descrição da reprovação: Eles não aceitam apps sobre assuntos mundialmente delicados em termos de saúde, a não ser que você seja uma instituição reconhecida (governo, hospital, perito no assunto comprovado, etc).

Eu sinceramente entendo o lado da Apple e Google. É difícil filtrar quais apps trazem informações reais e quais podem trazer fake news, ou induzir ao pânico com um texto sensacionalista. Nesse caso, o melhor é barrar tudo mesmo.

Foi um projeto bem legal de um fim de semana que infelizmente não foi pra frente, mas deu pra sair com um aprendizado: Jamais perca tempo fazendo apps sobre doenças ou assuntos “polêmicos” no momento, mesmo usando informações oficiais!

Seguem imagens do “finado” app, a quem se interessar:

512×512 33.9 KB

Screen Shot 2020-03-09 at 14.59.391000×1762 249 KB Screen Shot 2020-03-09 at 14.59.481000×1762 317 KB Screen Shot 2020-03-09 at 15.02.131000×1762 288 KB