Início » Internet » Pirataria do filme Contágio dispara em meio ao surto de coronavírus

Pirataria do filme Contágio dispara em meio ao surto de coronavírus

Contágio registrou crescimento no número de downloads por torrent; filme está no catálogo brasileiro do HBO Go

Victor Hugo Silva Por

Alguns filmes voltam a atrair a atenção das pessoas com uma certa frequência. É o caso de Esqueceram de Mim todo final de ano e de Jamaica Abaixo de Zero durante as Olímpiadas de Inverno. As situações inesperadas também fazem um filme ser novamente procurado: é o caso de Contágio, que tem atraído o interesse de muitas pessoas em meio ao surto do novo coronavírus.

Contágio (Foto: Claudette Barius/Warner Bros)

Lançado em 2011, Contágio apresenta uma epidemia que se espalha pelo mundo e a ação de cientistas para contê-la. O filme saiu da Netflix em julho de 2018, e está disponível atualmente no catálogo brasileiro do HBO Go; em outros países, é difícil encontrá-lo em grandes serviços de streaming.

Isso tem feito ele ser cada vez mais baixado via torrent. Segundo o The Verge e o TorrentFreak, há um crescimento considerável no número de downloads entre 1º de janeiro e 4 de março, período em que o coronavírus se espalhou pelo mundo.

O levantamento é apenas uma estimativa de quantas pessoas viram o filme com base na quantidade de endereços de IP que o compartilharam a cada dia. Ainda assim, ele serve para indicar o surgimento de uma tendência.

Até 23 de janeiro, Contágio tinha cerca de 200 downloads por dia. O número saltou para 1.500 downloads em 24 de janeiro e chegou a 9.300 downloads no dia seguinte. Em 29 de janeiro, quando os Estados Unidos confirmaram a primeira transmissão local, foram registrados mais de 18 mil downloads.

Downloads diários via torrent de Contágio

O pico aconteceu em 2 de fevereiro, quando houve mais de 25 mil downloads do filme. O retorno da popularidade de Contágio começou na Coreia do Sul, um dos primeiros países afetados pelo novo coronavírus, e logo chegou aos Estados Unidos e ao Reino Unido.

Os usuários que optaram por usar meios locais para ver o filme podem alugá-lo em plataformas como o iTunes. A plataforma da Apple registrou um crescimento no interesse pelo filme, que chegou a estar entre os 20 mais alugados dos EUA.

O interesse também cresceu no Google Trends, ferramenta que indica termos mais pesquisados. A quantidade de pesquisas pelo filme seguia um nível comum até que começou a subir em 21 de janeiro. Nos EUA, por exemplo, uma das buscas mais comuns relacionadas ao filme é "onde assistir a Contágio?".

Buscas por "Contágio" no Google Trends entre 9 de dezembro de 2019 e 7 de março de 2020

Buscas por "Contágio" no Google Trends entre 9 de dezembro de 2019 e 7 de março de 2020

Atualizado às 19h45

Mais sobre: ,

Comentários da Comunidade

9 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@ksio89
Governo chinês já mandou banir o filme?
Matheus Alexandre
Eu contribuí com essas estatísticas
Eu
Eu nem conhecia esse filme… olhei a história e não me interessou. hahaha
Gustavo
Não mas se tiver algum negro ou homossexual no filme, com certeza será banido no Brasil.
Léo
O que tem haver o cu com as calças?
Caleb Enyawbruce
Aqui no BR, legalmente só no HBO Go então?
A proposito, eu vi esse filme há muito tempo atrás e é sensacional. Quero ver novamente.
@ksio89
11 da manhã e o militante já tá lacrando, inacreditável. Não pode criticar o governo chinês lindo e maravilhoso que você já fica em polvoroça, né?



leo_oliveira:

O que tem haver o cu com as calças?


Não pode falar mal do governo chinês que ele fica triggered total, aí tenta desviar o foco da discussão.
Léo
Já sabe que isso é falta de …
Participe da discussão