Início » Negócios » Google estaria usando contrato do Android para limitar Amazon Fire TV

Google estaria usando contrato do Android para limitar Amazon Fire TV

Objetivo inicial do contrato é de diminuir a fragmentação da plataforma

André FogaçaPor

O Android TV vem crescendo, mesmo que de forma lenta, mas está em um ritmo muito mais veloz do que a presença do Fire TV, da Amazon, em televisores e o culpado por esta lentidão na concorrência pode ser o Google. O gigante das buscas aparentemente tem um contrato que basicamente bloqueia o acesso de seus serviços, se uma fabricante colocar o Fire TV em qualquer modelo da mesma marca.

android tv controle remoto tecnoblog

Este tipo de atitude foi ventilada por fontes da própria indústria, que afirmam que o contrato do Google para que a fabricante utilize o Android TV é bastante restritivo para a concorrência. Ele diz que se a marca utilizar o Fire TV, ou qualquer versão alterada do Android que não é o Android TV, em qualquer modelo de aparelho vendido, ela pode perder o acesso da Play Store e todos os apps do Google em todos os dispositivos vendidos – e isso inclui tablets ou smartphones.

Em resumo: o Google aparentemente tem um muro bem alto com um cartaz pequeno onde diz (com letras ainda menores) que a empresa pode apenas ter o Android TV, ou escolher outro sistema operacional para todos os outros dispositivos que vende, se utilizar um concorrente. O que mais cresce é o Fire TV que pode vir instalado na TV e este muro freia (ou até impede) este crescimento.

Este não é um problema para as duas maiores empresas deste ramo (Samsung e LG), já que ambas utilizam seus próprios sistemas operacionais e eles estão indo bem por enquanto. É um problema para marcas menores.

O Google estendeu este muro em 2019

Durante o Google I/O do ano passado, o Google disse que firmou parceria com seis das 10 maiores fabricantes de Smart TVs: Sony, TCL, Philips, Sharp, Hisense e Xiaomi. Além disso, o gigante das buscas também firmou parceria com mais de 140 companhias de TV por assinatura, que podem levar o Android TV para dentro de seus conversores.

Todos estes números enormes garantem que a Amazon não encontre espaço, já que se a Sony resolver criar uma Fire TV dentro de seu catálogo, pode perder a Play Store de todos os seus smartphones Xperia, o mesmo vale para Xiaomi e a LG, que tem a operadora LG U+. Isso tornaria seus aparelhos muito menos atraentes e traria problemas financeiros para as marcas.

O Roku é uma opção extra (que chegou recentemente no Brasil) e que pode ganhar espaço neste mercado durante a briga entre Google e Amazon. Ele já está em mais de 30% de todas as TVs com internet vendidas nos Estados Unidos durante o primeiro trimestre do ano passado, fechando um número de mais de 41 milhões de dispositivos que rodam este sistema.

Por lá, O Android TV está em apenas 9% das novas TVs vendidas no mesmo período e o Fire TV pegou 12% das vendas.

Com informações: The Verge e Protocol.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
19 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Uriel (@Uriel)

Não seja mal. Não era esse o antigo lema?

LekyChan (@LekyChan)

Parece que alguém vai ter que se explicar na comissão antitruste

Tiago Jeronimo (@TiagoJL)

Maravilhoso pros acionistas né? Porque pra nós seria ainda menos liberdade de escolha.

Rayson Silva (@scibra)

O problema não é o sistema, mas sim a TV, que deve ter um hardware muito básico, essas TCL são o barato que sai caro, ruizinhas.
Android TV da boa é Sony, filho. Tenho duas e acho maravilhoso.

Sérgio (@trovalds)

Foi falar “Android” e “ruim” que já apareceu gente pra falar que eu estou errado. Então porque se você pesquisar Android TV na internet o que mais vai aparecer é “ruim” e “lento”?

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

Porque a maioria esmagadora das reclamações vem de quem compra Smart TV de entrada ou importa Set Top Box genérico da China, com hardware fraco e ultrapassado. Aí o sistema não roda legal e ironicamente a culpa cai em cima do Android TV e não no fabricante que usou hardware defasado.

Já experimentou usar o Android TV em hardware decente, como em um NVIDIA Shield TV ou em uma Smart TV recente da Sony? Pelo visto não…

Sérgio (@trovalds)

Sim, vou pagar o dobro pelo mesmo tamanho de SmartTV ou uma boa grana por um nVidia Shield TV só “pro AndroidTV rodar mais rápido”. Tá serto.

Mesma coisa com smartphone: não é o Android que é ruim, é seu aparelho que é uma porcaria mesmo.