Início » Aplicativos e Software » Spotify exige remoção de programa que baixa músicas do streaming

Spotify exige remoção de programa que baixa músicas do streaming

Programa XSpotify é retirado do GitHub; ferramenta remove proteção contra cópia (DRM) do Spotify e bloqueia anúncios

Felipe Ventura Por

O Spotify solicitou ao GitHub a retirada do programa XSpotify, usado para baixar músicas do serviço de streaming, remover a proteção contra cópia (DRM) e bloquear anúncios. A ferramenta, que estava em cerca de 130 repositórios, é acusada de violar a DMCA, lei de direitos autorais dos EUA.

spotify tecnoblog

Como explica o TorrentFreak, o XSpotify permite baixar músicas do Spotify no Windows, tanto em contas gratuitas como Premium, adicionando dados ao arquivo OGG como título e capa de álbum; consegue remover o DRM das faixas; e serve como ad blocker.

Um escritório de advocacia representando o Spotify nos EUA pediu ao GitHub que retirasse quase 130 repositórios nos quais o XSpotify estava disponível para download. O site, que pertence à Microsoft, atendeu à solicitação.

Ferramenta contorna criptografia do Spotify

Segundo o Spotify, esse programa viola a DMCA: a lei americana proíbe o uso e a distribuição de qualquer ferramenta que “seja projetada ou produzida com a finalidade específica de contornar uma medida tecnológica que controle efetivamente o acesso a uma obra protegida”.

Na solicitação ao GitHub, o Spotify explica que seus arquivos com copyright são protegidos por criptografia, e o serviço de streaming possui uma chave para descriptografar o conteúdo e reproduzi-lo aos usuários.

A empresa alega que o XSpotify contorna essa criptografia “roubando a chave e usando-a de uma maneira que o Spotify proíbe, ou seja, permitindo que os usuários acessem o conteúdo protegido por direitos autorais sem autorização”.

O Spotify tinha 124 milhões de assinantes no final do ano passado, e um total de 271 milhões de usuários, contando quem está no plano gratuito. O serviço oferece mais de 50 milhões de músicas e 700 mil podcasts.

Com informações: GitHub, TorrentFreak.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
10 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Anderson Oliveira (@aoliveira83)

Bem, pra quem não conhecia, vai conhecer agora…rs

@teh

Pois é. Nunca tinha ouvi falar.
Anyway, longa vida ao spotify.

@ksio89

Efeito Streisand não falha nunca!

Alex (@wuhkuh)

Lá vai eu atrás, pois não fazia ideia que existia, sabia da existência do Deezerloader Remix, esse do Spotify não

Valdinei Ferreira (@valdinei)

Conheci há um tempo essas paradas enquanto eu tentava saber mais como alguns sites conseguiam disponibilizar os lançamentos (e até playlists) tão rápido (aparentemente) de serviços de streaming como Deezer, iTunes e Spotify.

Falou e disse.

Eu (@Keaton)

Bacana é que esse programa se espalhou pela internet… tem em mais uns 600 repositórios agora. hahaha

Igor Nagase (@nagasedesu1)

Prefiro continuar pagando.

João M. (@RonDamon)

Quem não tem 16 reais pra pagar mensalidade merece umas multas.

Henrique Picanço (@HenriquePicanco)

O serviço nem é tão caro, dá para viver sem usar esse programa.