Tecnoblog
Início » Computador » AMD Ryzen 9 4900H e 4900HS são os rivais do Core i9 em notebooks

AMD Ryzen 9 4900H e 4900HS são os rivais do Core i9 em notebooks

Com Ryzen 9 4900H e 4900HS, AMD tenta ter mais presença em notebooks de alto desempenho

Durante a CES 2020, a AMD anunciou os primeiros chips da família Ryzen 4000. Essa família acaba de crescer: nesta semana, a companhia revelou os processadores Ryzen 9 4900H e Ryzen 9 4900HS, ambos com arquitetura Zen 2. Eles chegam com a missão de fazer a AMD crescer em notebooks.

A companhia vem fazendo um trabalho notável nos segmentos de desktops e servidores, mas, no mercado de laptops, a rival Intel ainda lidera com grande folga. Com a série Ryzen 4000, a AMD tenta abocanhar uma fatia maior desse mercado.

Para tanto, é importante disponibilizar processadores para todas as categorias de notebooks, inclusive a de modelos de alto desempenho (usados para jogos, por exemplo): é nela que os chips Ryzen 9 4900H e Ryzen 9 4900HS devem mostrar serviço.

Ambos os processadores contam com tecnologia de 7 nanômetros e trazem oito núcleos combinados com 16 threads. As diferenças estão nas frequências e, principalmente, no TDP.

Por conta do TDP de 35 W, fica claro que o Ryzen 9 4900HS é uma opção para quem procura desempenho e, ao mesmo tempo, tanta autonomia de bateria quanto possível. Já o Ryzen 9 4900H é uma opção para quem prioriza o máximo de performance.

Com as novas opções, a família Ryzen 4000 série H passa a ser composta por estes modelos:

Série H Núcleos / Threads Clock base / máx. Cache Núcleos gráficos Clock gráficos TDP
Ryzen 9 4900H 8 / 16 3,3 / 4,4 GHz 12 MB 8 1.750 MHz 45 W
Ryzen 9 4900HS 8 / 16 3 / 4,3 GHz 12 MB 8 1.750 MHz 35 W
Ryzen 7 4800H 8 / 16 2,9 / 4,2 GHz 12 MB 7 1.600 MHz 45 W
Ryzen 7 4800HS 8 / 16 2,9 / 4,2 GHz 12 MB 7 1.600 MHz 35 W
Ryzen 5 4600H 6 / 12 3 / 4 GHz 11 MB 6 1.500 MHz 45 W
Ryzen 5 4600HS 6 / 12 3 / 4 GHz 11 MB 6 1.500 MHz 35 W

Repare que, assim como os demais, os novos processadores têm GPU integrada. Estamos falando de unidades gráficas com 8 núcleos Vega de 7 nanômetros para cada chip. Com elas, a AMD sinaliza que é possível aumentar as frequências no processamento gráfico sem afetar sobremaneira o consumo de energia, por exemplo.

A exemplo dos outros chips Ryzen 4000, os modelos Ryzen 9 4900H e Ryzen 9 4900HS podem incrementar o desempenho gráfico ou de processamento com a tecnologia AMD SmartShift, capaz de fornecer mais energia para a GPU quando há grande demanda por recursos gráficos ou fazer o mesmo com relação à CPU em tarefas que exigem bastante processamento.

Como sempre, os testes independentes é que vão dizer se os novos processadores cumprem o que prometem, mas a AMD dá a entender que as novidades trazem mais desempenho na comparação com as gerações anteriores e com modelos equivalentes da rival Intel.

Os primeiros notebooks baseados nos novos chips são esperados para o segundo trimestre de 2020, mas isso se o atual cenário de disseminação do novo coronavírus não prejudicar os lançamentos.

Com informações: Engadget.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação