Início » Negócios » Mercado Livre vai coibir preço abusivo de álcool gel e máscaras

Mercado Livre vai coibir preço abusivo de álcool gel e máscaras

Mercado Livre também mudou logotipo em alusão à prevenção do coronavírus

Emerson Alecrim Por

Nesta semana, o Mercado Livre chamou atenção nas redes sociais ao mudar o seu logotipo de um aperto de mãos para dois cotovelos se tocando, uma referência às medidas de prevenção ao coronavírus (Covid-19). Mas o mais importante é que a companhia tomou medidas para evitar abusos nas vendas de álcool gel e máscaras em sua plataforma.

Mercado Livre - coronavírus

Se você foi a farmácias ou mercados recentemente, pode ter notado que os frascos de álcool gel sumiram das prateleiras. Quando o item é encontrado, não é raro o preço estar muito mais alto do que o normal.

Esse problema se repete na internet, por isso, o Mercado Livre informou que os vendedores foram alertados sobre manter cautela quanto à atualização de preços de itens como álcool gel e máscaras dentro da plataforma.

As publicações de produtos relacionados à prevenção do coronavírus que tiverem aumento desproporcional de preço no último mês poderão ser canceladas pelo Mercado Livre.

A companhia também proíbe a venda de itens que fazem referência direta ao coronavírus para evitar a disseminação de informações sobre medidas preventivas não endossadas pela Organização Mundial da Saúde. Máscaras, por exemplo, podem ser comercializadas na plataforma, desde que seu anúncio não mencione o vírus.

Apesar disso, era fácil encontrar, na manhã desta quarta-feira (18), anúncios de máscaras no Mercado Livre que traziam dizeres como “coronavírus” e “anti coronavirus”.

Anúncio de máscara no Mercado Livre

Suspensão das comissões

Não são só restrições. O Mercado Livre também anunciou a suspensão das comissões cobradas de vendedores na comercialização de produtos de primeira necessidade. A medida estará em vigor até 31 de março. Nas previsões da empresa, a suspensão terá efeito sobre quase 690 mil produtos de 39 mil vendedores.

“O objetivo dessa medida é colaborar para que produtos de primeira necessidade cheguem a quem precisa e que este benefício seja percebido por vendedores e compradores, que não adotem aumentos especulativos e que, ao contrário, observem uma queda no preço final dos produtos”, explica o Mercado Livre em nota.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
8 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação