Tecnoblog
Início » Negócios » Uber Eats zera taxa de entrega para restaurantes no Brasil

Uber Eats zera taxa de entrega para restaurantes no Brasil

Uber Eats vai cobrir taxa de entrega para alguns restaurantes independentes por tempo limitado, em pedidos a partir de R$ 20

O Uber Eats vai zerar a taxa de entrega para restaurantes independentes no Brasil por tempo limitado: isso vale para usuários antigos e novos em pedidos a partir de R$ 20. Essa é uma das medidas que a empresa adotou em meio à pandemia do COVID-19, causado pelo novo coronavírus: ela também vai reforçar aos clientes a opção de delivery sem contato, e liberar pagamentos diários aos estabelecimentos.

“Vamos apoiar a nossa comunidade, peça de um restaurante local”, diz o aplicativo do Uber Eats. Nos termos e condições, vemos que esta promoção dura até 26 de março de 2020; ela não é cumulativa com outros descontos e não é válida para pagamentos em dinheiro.

A empresa explica que “o custo de entrega será grátis pois o Uber Eats assumirá o valor e entregará a seus entregadores parceiros”. A promoção vale apenas em pedidos com valor mínimo de R$ 20, e somente para os restaurantes que estiverem no banner “Peça local”. Cada estabelecimento pode decidir a quantidade de pratos que estarão disponíveis nessa oferta.

Vale notar que o Uber Eats está zerando a taxa de entrega, mas seguirá cobrando a taxa de serviço: ela é repassada ao entregador parceiro e pode ser de 5% ou 10%, dependendo do usuário. No exemplo abaixo, o prato de R$ 21 tem delivery grátis (normalmente custaria R$ 4,99), mas há a taxa de serviço de R$ 1,05 (5% do total).

A campanha “Peça local” com taxa de entrega grátis é válida no Brasil e em outros países da América Latina. Em comunicado, a Uber estima que isso vai beneficiar mais de 30 mil restaurantes na região.

Uber Eats reforça opção “Deixar na porta”

O Uber Eats também iniciou uma campanha para divulgar aos usuários a opção “Deixar na porta/na portaria” de entrega sem contato, como forma de limitar a exposição dos entregadores e dos clientes.

Além disso, o app de delivery permitirá que restaurantes pequenos e independentes recebam pagamentos diários durante a pandemia do coronavírus, em vez de esperar até o final da semana. O programa será lançado na segunda-feira (23) “em mercados específicos”, incluindo o Brasil.

A Uber já havia anunciado outras medidas, incluindo a suspensão temporária de usuários ou motoristas expostos ao novo coronavírus; assistência financeira por até 14 dias para motoristas ou entregadores diagnosticados com o COVID‑19, ou que estiverem em quarentena; e ajuda financeira para que parceiros comprem produtos de higienização, como álcool em gel.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação