Início » Internet » Apple, Disney e Facebook reduzem qualidade de vídeo na Europa

Apple, Disney e Facebook reduzem qualidade de vídeo na Europa

Apple TV+, Disney+, Facebook e Instagram reduzem qualidade de streaming para evitar sobrecarga na internet europeia

Bruno Gall De Blasi Por

O Facebook, Instagram, Disney+ e Apple TV+ irão limitar a qualidade de vídeo na Europa. A ação segue os passos da Netflix e YouTube para evitar sobrecarga na internet do continente, cujo tráfego aumentou consideravelmente desde o início das quarentenas para combater o avanço do novo coronavírus, causador da COVID-19.

Facebook (Foto: Max Pixel)

Diversos serviços de streaming começaram a limitar a qualidade de streaming no continente europeu nos últimos dias. As medidas foram tomadas após as manifestações da União Europeia sobre o aumento no tráfego residencial de internet, que disparou nas últimas semanas durante o período de isolamento para conter a doença.

Além da Netflix e do YouTube, a Disney irá impor limite na qualidade de vídeos do Disney+. De acordo com o executivo Kevin Mayer, a redução entrará em vigor a partir desta terça-feira (24) nos países da União Europeia, com objetivo de reduzir o tráfego em 25%.

“Em consonância com o compromisso de longa data da Disney de agir com responsabilidade, estamos respondendo à solicitação do Comissário Europeu do Mercado Interno Thierry Breton para trabalhar em conjunto para garantir o bom funcionamento da infraestrutura de banda larga”, explica o executivo.

A Apple confirmou ao Mashable que seguirá pelo mesmo caminho com o Apple TV+, após relatos de usuários nas redes sociais. A companhia, porém, não detalhou quais países serão afetados pela ação e até quando a restrição será aplicada.

Redes sociais também irão adotar limites em seus serviços. Esse é o caso do Facebook e Instagram, cuja reprodução de vídeos terá a qualidade reduzida em países da União Europeia, também para evitar gargalos nas conexões.

Não se sabe se as medidas da Apple e Facebook também serão adotadas no Brasil.

Netflix, Globoplay e YouTube também reduzem qualidade de streaming

Outras plataformas de streaming tomaram a mesma iniciativa na União Europeia. Com objetivo de reduzir o tráfego em 25%, a Netflix adaptou a qualidade de streaming de todos os clientes do continente, independente do plano contratado. A plataforma deve adotar medida similar no Brasil em breve.

O mesmo será realizado pelo YouTube. “Estamos comprometidos em mudar temporariamente todo o tráfego na União Europeia para a definição padrão”, explica os representantes do serviço.

No Brasil, serviços de streaming da Globo, como o Globoplay, terão a qualidade limitada a partir desta segunda-feira (23). De acordo com a emissora, todos os conteúdos da plataforma serão transmitidos com a definição reduzida temporariamente para HD (720p).

Com informações: Engadget (1 e 2) e Mashable

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@ksio89

Reza a lenda que Rarbg e Rutracker não reduziram a qualidade…