Início » Computador » Supercomputadores da Petrobras vão apoiar pesquisas sobre Covid-19

Supercomputadores da Petrobras vão apoiar pesquisas sobre Covid-19

Supercomputadores da Petrobras contribuirão com projeto [email protected] nas pesquisas sobre coronavírus

Emerson Alecrim Por

Nesta quarta-feira (25), a Petrobras anunciou que irá direcionar parte da capacidade de processamento de dois dos seus supercomputadores às pesquisas de combate ao Covid-19. Trata-se de uma iniciativa que visa ajudar o departamento de química da Universidade Stanford com o projeto [email protected].

coronavirus covid-19

Você já deve ter ouvido falar desse nome. O [email protected] surgiu em 2000 e, desde então, realiza simulações computacionais relacionadas a proteínas que permitem à comunidade científica estudar a dinâmica de numerosas doenças. A Covid-19 está entre elas, como diz o site do projeto:

Vírus têm proteínas usadas para suprimir nosso sistema imunológico e se reproduzir. Para ajudar no combate ao coronavírus, queremos entender como essas proteínas virais atuam e como podemos desenvolver tratamentos para detê-las.

A Petrobras informa que um dos supercomputadores que estarão à disposição do [email protected] é o Santos Dumont. Localizado no Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), em Petrópolis (RJ), o equipamento é considerado o maior supercomputador da América Latina.

As pesquisas sobre o Covid-19 poderão contar com até 60% da capacidade computacional do Santos Dumont, o que corresponde a 2 petaflops.

O outro supercomputador é o OGBON, fruto de uma parceria entre Petrobras e Senai-Cimatec. Localizada em Salvador (BA), essa máquina foi inaugurada oficialmente em novembro de 2019 e é direcionada a pesquisas em áreas como geologia e engenharia de reservatórios.

Supercomputador Santos Dumont

De acordo com a Petrobras, as pesquisas sobre Covid-19 poderão contar com até 50% da capacidade computacional do OGBON, proporção equivalente a 1 petaflop de desempenho.

Além da parceria com a Universidade Stanford, a Petrobras fornecerá recursos computacionais avançados para pesquisas de universidades brasileiras destinadas ao combate do novo coronavírus.

Um dos projetos que poderão ser beneficiados é um trabalho conduzido em parceria entre PUC-Rio e Senai-Cimatec sobre uma técnica de inteligência artificial que visa auxiliar na diferenciação de um raio-X de uma pessoa com Covid-19.

Você também pode contribuir com as pesquisas do [email protected] sobre coronavírus. As informações para isso estão na página do projeto.

Comentários da Comunidade

3 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Ricardo

R$5 ao litro da gasolina pelo menos serve pra Petrobras comprar supercomputadores…

Participe da discussão