Início » Internet » Deezer expande 3 meses grátis para planos Student e HiFi

Deezer expande 3 meses grátis para planos Student e HiFi

Deezer Premium, Family, Student e HiFi têm três meses grátis para novos assinantes; planos sem anúncios oferecem modo offline

Felipe Ventura Por

A Deezer está liberando três meses grátis para novos assinantes dos planos Student e HiFi; a oferta já valia para os planos Premium e Family. A concorrente do Spotify e Apple Music diz que a ideia é ajudar as pessoas que estão em quarentena para evitar o contágio do novo coronavírus, causador do COVID-19.

Foto via Pixabay

Se você nunca assinou a Deezer antes, pode experimentar o serviço de streaming gratuitamente nos planos Premium, Family, Student e HiFi. Todos oferecem um catálogo de 56 milhões de músicas, milhares de podcasts, modo offline e experiência sem anúncios.

O Deezer Family grátis por três meses vinha sendo oferecido desde dezembro de 2019, e o Premium gratuito por esse período não é novidade; mas, agora, isso se aplica também aos planos Student e HiFi. A promoção é válida somente para novos assinantes que fizerem a ativação até 30 de abril de 2020.

Diferenças entre Deezer Premium, Family, Student e HiFi

É possível criar até seis perfis individuais no Deezer Family: ele custa R$ 26,90 mensais, contra R$ 16,90/mês do Premium. Por sua vez, o Deezer Student é voltado para estudantes universitários com idade entre 18 e 25 anos, e sai por R$ 8,45/mês.

Há ainda o Deezer HiFi, que traz milhões de faixas em formato FLAC para streaming em diferentes dispositivos, como desktop, iOS, Android e Xbox. Ele possui suporte a 360 Reality Audio, e custa R$ 33,80/mês.

A Deezer tem 16 milhões de usuários ativos por mês, contra 124 milhões de assinantes do Spotify e 60 milhões no Apple Music.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Matheus Motta (@Matheus_Motta)

Qualidade de áudio ótima, mas com interface pouco intuitiva e menos música no catálogo.

Mickey Sigrist (@Mickey)

Eu, pelo menos, não sinto falta de nada no catálogo em relação ao Spotify ou Apple Music. A interface era bem pior antigamente, hoje em dia já evoluiu muito mas ainda fica na sombra do Spotify, falta um pouco de personalidade. Com relação à qualidade de áudio, o Deezer é bem superior ao Spotify (na maioria dos fones de ouvido com alguma qualidade a diferença é bem perceptível).

Matheus Motta (@Matheus_Motta)

Até no meu fonezinho que veio no celular dá pra perceber a diferença, o som do Deezer é mais “limpo” se comparado ao do Spotify. E sobre o catálogo: não ter muita OST de jogo no serviço é um ponto fraco pra mim.

Mickey Sigrist (@Mickey)

Sim, o áudio tem uma diferença considerável, diversos sites da mídia especializada já fizeram esse comparativo e chegaram na mesma conclusão. Não sabia dessa questão das soundtracks de jogos (não escuto, então não posso opinar), que pena, hein.

. (@Mr.Robot)

Pra mim o áudio do Spotify é o maior defeito do app. Pensei que só eu achava nitidamente inferior a do Deezer. Mesmo na qualidade “altíssima” ainda parece estar em 160kpbs e não nos 320kbps, o som é seco, opaco e sem corpo. E estou falando como um usuário comum q ouve com fones de ouvido da JBL

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

Era usuário do Deezer mas resolvi experimentar o Spotify já que larguei o TIM Beta depois do último reajuste de preço. E para minha surpresa, o Deezer, mesmo não sendo o mais popular, se sai melhor que o Spotify em diversos aspectos, principalmente em questões de usabilidade.

O Deezer existe há mais tempo que o Spotify, o catálogo de músicas e a qualidade do áudio são maiores e o serviço conta com um acervo de rádios reais, algo inexistente no Spotify. Caso não encontre alguma música no acervo do Deezer, você ainda pode facilmente fazer o upload de suas próprias músicas em MP3 e acessá-las em qualquer plataforma suportada pelo Deezer, um recurso que só existe por meio de gambiarras não muito convenientes no Spotify.

O Spotify ganha no acervo de podcasts (consideravelmente maior que o do Deezer) e na variedade maior de músicas de alguns nichos específicos (como o de trilha sonora de jogos). Alguns também defendem o algoritmo de sugestões do Spotify, embora não tenha notado nenhuma diferença significativa em relação ao algoritmo do Deezer para me fazer optar por um ou outro como superior, pra mim são equivalentes.

Outro ponto que me incomoda no Spotify é a inconsistência dos aplicativos. O Deezer pode não ter tantos recursos como o Spotify mas eles são os mesmos independente de qual plataforma você estiver acessando, até a interface dos diferentes aplicativos é a mais similar possível. Já no Spotify, a sensação que fica é a de estar utilizando serviços completamente diferentes, algumas funções só existem no celular, outras só no computador, ajustes ficam em locais completamente diferentes ou simplesmente não existem dependendo da plataforma e por aí vai.

Faltam também recursos básicos que existem em praticamente todos os serviços concorrentes, como o de limitar o tamanho máximo do cache (existia no computador mas sumiu e nunca mais voltou) ou a exibição da letra das músicas, um verdadeiro “bota casaco, tira casaco” no Spotify, que supostamente voltou a exibir letras através de uma nova parceria com o Musixmatch, mas que ainda assim continua inacessível, pelo menos aqui comigo não aparece, nem no PC, nem no celular.

Josué Junior (@Josue.Jr)

Acho que eu sou o único que não consegue notar uma diferença tão significativa no som (talvez seja o equalizador do meu celular, não sei). Mas fui testar o Deezer hoje e não deu poucos minutos e voltei pro Spotify por um simples motivo: o tempo de carregamento de músicas. Aqui, na mesma rede Wi-Fi, o Spotify é ridiculamente superior em tempo de carregamento de músicas não baixadas. Achava que o Deezer tinha melhorado isso, mas pelo menos aqui continua péssimo esse aspecto