Início » Celular » Huawei P40 Pro supera Xiaomi Mi 10 Pro em teste de câmera do DxOMark

Huawei P40 Pro supera Xiaomi Mi 10 Pro em teste de câmera do DxOMark

Com 128 pontos, Huawei P40 Pro tem as melhores câmeras traseiras; ele também foi o melhor em selfies e filmagens

Paulo Higa Por

O Huawei P40 Pro foi anunciado com quatro câmeras traseiras, um novo sensor de 50 megapixels e zoom óptico de 5x durante um evento transmitido apenas pela internet, repleto de comparações com os concorrentes. Os testes do DxOMark mostram que a marca fez um bom trabalho: com 128 pontos, o smartphone é o novo líder do ranking de câmeras, ultrapassando o Xiaomi Mi 10 Pro e o Oppo Find X2 Pro.

Huawei P40 Pro

O conjunto óptico do P40 Pro é formado por uma câmera principal de 50 megapixels (f/1,9), uma ultrawide de 40 megapixels (f/1,8) e uma telefoto de 12 megapixels (f/3,4) com zoom óptico de 5x, além de uma câmera de tempo de voo (ToF). O sensor principal tem arranjo de pixels RYYB (vermelho, amarelo, amarelo e azul) que promete capturar até 40% mais luz que o tradicional RGGB (vermelho, verde, verde e azul).

Segundo o DxOMark, os 128 pontos do P40 Pro deixam “até os melhores concorrentes comendo poeira”. Ele obteve 140 pontos em fotografia e 105 pontos em vídeo, as marcas mais altas obtidas por um smartphone até agora.

Huawei P40 Pro (Foto: DxOMark)

Huawei P40 Pro (Foto: DxOMark)

Huawei P40 Pro (Foto: DxOMark)

Nas fotos, o P40 Pro ganhou pontos pelo alcance dinâmico muito amplo, bom nível de detalhes em fotos de média e longa distância, foco automático rápido e preciso em todas as condições, excelente balanço entre ruído e textura, exposição precisa em fotos noturnas e bom detalhes em fotos com desfoque de fundo. Os contras ficaram por conta de imprecisões ocasionais em representações de cores, subexposição em cenários com muita luz e falta de detalhes em rostos no modo noturno.

O aparelho se saiu bem em cenários difíceis, como um retrato em um ambiente interno com uma janela ao fundo: o P40 Pro obteve a exposição mais equilibrada de todas, enquanto o Oppo Find X2 Pro e principalmente o iPhone 11 Pro Max deixaram o rosto subexposto.

Huawei P40 Pro vs Oppo Find X2 Pro vs iPhone 11 Pro Max

Já o destaque ficou por conta do zoom: o P40 Pro, que possui uma lente telefoto de 5x, consegue obter um bom nível de detalhes, inclusive ao aplicar um zoom de 2x. Nas fotos abaixo, é possível enxergar os pormenores do relógio e das decorações da fachada do Museu da Cerâmica de Sèvres, em Paris, enquanto o Xiaomi Mi 10 Pro tenta forçar uma nitidez artificial e o iPhone 11 Pro Max simplesmente não captura os detalhes.

Huawei P40 Pro vs Xiaomi Mi 10 Pro vs iPhone 11 Pro Max

P40 Pro também foi o melhor em gravações de vídeo e selfies

Nas gravações de vídeo, o P40 Pro foi bem avaliado pela estabilização de imagem, cores vivas em todas as condições, além de alcance dinâmico, foco automático e nível de ruído bons. Ele pode filmar em até 4K a 60 quadros por segundo e utiliza a câmera ultrawide (batizada de Cine Camera) para capturar as imagens com estabilização digital.

E a câmera frontal, que era um ponto negativo das linhas P e Mate, está melhor: o sensor de 32 megapixels e a lente com abertura f/2,2 conseguem fazer selfies com exposição precisa, ruído controlado, alto nível de detalhes e bom desfoque de fundo. Ele perdeu pontos pelo foco automático instável em ambientes internos ou com baixa iluminação, e por ocasionalmente estourar áreas claras — mas ainda obteve 103 pontos, o mais alto até agora.

De acordo com o DxOMark, “se você quer a melhor câmera em um smartphone, não há alternativa melhor no momento”.

Huawei P40

Vale lembrar que o P40 Pro não é o modelo mais completo da nova geração de celulares caros da Huawei: o P40 Pro+ promete um zoom melhor, com duas lentes telefoto (3x e 10x) para tirar fotos em distâncias variadas e condições de iluminação ruins. Essa versão não foi avaliada pelo laboratório.

Na China, o P40 Pro será vendido a partir de 7 de abril. A Huawei não informou quando o smartphone chegará ao mercado brasileiro. Em meio às sanções americanas, o aparelho roda Android 10, mas sem nenhum aplicativo do Google; a fabricante aposta em seu próprio ecossistema, o Huawei Mobile Services e a loja de aplicativos AppGallery, para sobreviver fora do mercado chinês.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@LeandroCSC

O tamanho da protuberância do arranjo de câmeras desse aparelho está absurdamente exagerado. Jesus!! Olhem lá no site do DXo Mark! Tem uma foto que deixa isso bem claro.

Mas ,sim.Ótimas fotos. Mas nada que cause verdadeiro impacto,como causou poucos anos antes. As gigantes Apple e Samsung correram atras e hoje já não existem mais disparidades consideráveis entre os topos de linha. Acho que já estão chegando no limite da tecnologia na capacidade das câmeras de Smartphone.

Sobre esse novo teste, em algumas fotos com modo bokeh o P40 se saiu melhor do que o iPhone 11 Pro MAX, em outras eu já considerei que o IPhone 11 se saiu melhor. O mesmo se aplicando às selfies, É muito uma questão pessoal,tbm. As cores no Huawei P40 estão mais frias e o Iphone mais quentes e que me agradam mais.

Não restam dúvidas de que a Huawei não brinca em serviço no quesito câmeras. Mas,hoje,ela significa apenas isso-boas câmeras.

Com todos esses problemas com o governo americano,que deixaram o celular sem play store ,perdi totalmente o encanto nos aparelhos da marca. Hoje só gasto meu dinheiro com Samsung e/ou Apple.

Breno (@bbcbreno)

Puxa, eu ainda considero bastante o trabalho deles e desconheço outro canal q faça um trabalho tão completo quanto eles.

O score final é pra vc ter uma ideia final, o ideal seria ver o post completo e analisar onde o telefone é bom e ruim. Lembrando q eles incluem no score final a análise de vídeo tb. Aí acontece de um telefone ser excelente em fotos e ruim em vídeos tirar uma nota pior q outro telefone q tenha fotos piores, mas conseguiu uma nota melhor nos vídeos.

🤷‍♀️ (@xavier)

O primeiro celular que eu gostei de como o software trata as imagens. O “grão” ou pixel da foto tem organicidade, não está uma aquarela lavada nem um amontoado de texturas sem sentido.
Gramas, folhas de árvores, pedras e até mesmo a pele parece muito mais natural, mais próximo do resultado das DSLR.
Se o preço não fosse um impeditivo, é um aparelho que eu compraria.

Breno (@bbcbreno)

Mas mesmo sem Google vc compraria? Nem sei como tá a lista de apps lá, mas provavelmente as empresas dos USA n tão autorizadas a colocarem seus apps lá, ou pode ter?

Então nada de instalar de forma oficial os apps mais importantes da atualidade como:
Waze, Google Maps, WhatsApp, Uber, Spotify, Facebook, dentre outros.

Tô até curioso pra saber como essa história vai continuar.

🤷‍♀️ (@xavier)

Não posso te dizer 100% de certeza que compraria, pois observaria este ponto. Pelo que vi, WhatsApp, Instagram, Spotify dá pra ser instalado sem o GMS.
Fica necessário (pro meu uso) apenas os apps mais comuns mesmo, como Gmail, YouTube e Photos, que possuem versões para Web e poderia ser uma solução.
Em todo caso, no XDA tem algumas soluções, que conseguiria implementar pra contornar o bloqueio (mas que são impeditivo pra um usuário completamente leigo).