Início » Celular » Samsung Galaxy S7 deixa de receber atualizações de segurança

Samsung Galaxy S7 deixa de receber atualizações de segurança

Samsung Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge não receberão mais atualizações de segurança após quatro anos no mercado

Bruno Gall De Blasi Por

O Samsung Galaxy S7 e o Samsung Galaxy S7 Edge não receberão novos updates de segurança: os celulares de 2016 foram removidos da lista de smartphones e tablets da Samsung que são atualizados pela fabricante regularmente. A alteração no ciclo, porém, não afeta o Galaxy S7 Active – pelo menos, por enquanto.

Galaxy S7

As atualizações de segurança são fundamentais para garantir a estabilidade do celular, e independe da versão do Android. Além de correções no sistema, a fim de mitigar bugs, esses patches levam uma camada de segurança extra ao smartphones, para evitar casos como invasões e roubos de dados de usuários.

Agora, tanto o Galaxy S7 quanto o Galaxy S7 Edge, ambos lançados há quatro anos, não irão mais contar com atualizações periódicas. Em outras palavras, os celulares permanecerão com o Android 8 (Oreo) e o patch de março de 2020, caso nenhuma vulnerabilidade crítica seja descoberta no futuro.

Samsung Galaxy S7 Active permanece na lista

O Galaxy S7 Active ainda permanece na lista de celulares que receberão atualizações de segurança. A expectativa é de que o smartphone, que foi anunciado poucos meses após o lançamento do Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge, receba pelo menos mais um update.

A Samsung também alterou o ciclo de atualização do Galaxy Tab 8.4 (2020), Galaxy M21 e Galaxy M31. De acordo com a fabricante, os dispositivos passarão a receber atualizações de segurança trimestralmente.

Com informações: SamMobile e Android Police

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
9 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Henrique Bonfim (@Henrique_Bonfim)

Depois de 4 anos, isso é mais do que esperado. Tinha um Galaxy S6, que passou quase um ano sem receber nenhuma atualização, até que surgiu uma no meio do ano passado e fim de carreira.

Kelvin Pasqualini (@lordkelvinx)

Ah, meu amado S7! Considero um dos melhores que tive, mesmo a bateria (por ser a versão comum) não durando tanto, durava mais que um anterior Moto X Play. Só sai do aparelho por conta da memória interna que já não comportava meu uso! Ele ser lançado apenas com 32GB causou um fim de vida muito precoce pra ele, mesmo suportando cartão de memória.

Marks Duarte (@marksduarte)

Até hoje ainda uso um Galaxy S6 Edge, acredita!?
Infelizmente a última atualização de segurança foi ano passado e ele parou na versão 7.1 do Android. Até cheguei a instalar uma ROM com Android 9, mas alguns drivers proprietários da Samsung impedem um funcionamento 10/10.

É por essas e outras que penso seriamente em migrar para outra fabricante de aparelhos que tenha processador Snapdragon, pois quando terminar o suporte da fabricante a comunidade mantém.

Felipe Ventura (@felipe)

Você conseguiu voltar para uma ROM da Samsung?

Marks Duarte (@marksduarte)

Sim.
Só perdi as funcionalidades relacionadas ao Knox, como Samsung Pay e etc.

@teh

Nao vejo problema em usar um celular de 2016 se ele te atende perfeitamente. Capaz que ele ainda execute os programas com velocidade ainda
O meu mesmo só vou trocar quando ficar lento, travar e etc.
Esse negocio de trocar celula a cada 1-2 anos acabou…

Marks Duarte (@marksduarte)

O único problema dele é que não encontro bateria original e as de 2ª linha, duram no máximo 12 meses e nessa brincadeira já foram duas trocas.

Bruno Gall De Blasi (@brunogdb)

Passei um bom tempo usando Android desatualizado, e é fato: todos os apps funcionavam direitinho. O meu medo, porém, era em relação à segurança. Sempre me dava um friozinho na barriga quando baixava um arquivo ou app novo.

@teh

É conheço esse problema. tenta comprar da witrigs.com

@teh

se baixar da loja oficial nao tem porque ter medo. Se tiver medo mesmo assim baixe algum antivirus pra ele

Mickey Sigrist (@Mickey)

Vai deixar saudades. Excelente aparelho, ótima construção (compacto e ergonômico), ótima tela, ótima câmera traseira (muito boa até pros padrões atuais), bons recursos embarcados, suporte à NFC. À época a Samsung deu uma boa polida no sistema quando atualizou pro Oreo. Tive um por 3 anos e nunca me deixou na mão pra nada, só troquei quando fui pro S9.

João M. (@RonDamon)

E eu que ainda tô num Galaxy S5 hehuehuehue.