Início » Celular » Samsung Galaxy S7 deixa de receber atualizações de segurança

Samsung Galaxy S7 deixa de receber atualizações de segurança

Samsung Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge não receberão mais atualizações de segurança após quatro anos no mercado

Bruno Gall De Blasi Por

O Samsung Galaxy S7 e o Samsung Galaxy S7 Edge não receberão novos updates de segurança: os celulares de 2016 foram removidos da lista de smartphones e tablets da Samsung que são atualizados pela fabricante regularmente. A alteração no ciclo, porém, não afeta o Galaxy S7 Active – pelo menos, por enquanto.

Galaxy S7

As atualizações de segurança são fundamentais para garantir a estabilidade do celular, e independe da versão do Android. Além de correções no sistema, a fim de mitigar bugs, esses patches levam uma camada de segurança extra ao smartphones, para evitar casos como invasões e roubos de dados de usuários.

Agora, tanto o Galaxy S7 quanto o Galaxy S7 Edge, ambos lançados há quatro anos, não irão mais contar com atualizações periódicas. Em outras palavras, os celulares permanecerão com o Android 8 (Oreo) e o patch de março de 2020, caso nenhuma vulnerabilidade crítica seja descoberta no futuro.

Samsung Galaxy S7 Active permanece na lista

O Galaxy S7 Active ainda permanece na lista de celulares que receberão atualizações de segurança. A expectativa é de que o smartphone, que foi anunciado poucos meses após o lançamento do Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge, receba pelo menos mais um update.

A Samsung também alterou o ciclo de atualização do Galaxy Tab 8.4 (2020), Galaxy M21 e Galaxy M31. De acordo com a fabricante, os dispositivos passarão a receber atualizações de segurança trimestralmente.

Com informações: SamMobile e Android Police

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
9 usuários participando