Início » Telecomunicações » Caixa Auxílio Emergencial tem acesso grátis via TIM, Claro, Vivo e Oi

Caixa Auxílio Emergencial tem acesso grátis via TIM, Claro, Vivo e Oi

App e site do cadastro para o auxílio emergencial de R$ 600 da Caixa não descontam da franquia de internet no celular

Felipe VenturaPor

As operadoras Algar Telecom, Claro, Oi, TIM e Vivo fizeram parceria com a Caixa Econômica Federal (CEF) para conceder acesso grátis ao app e site do cadastro para o auxílio emergencial de R$ 600, que está sendo concedido a pessoas de baixa renda afetadas pela pandemia do novo coronavírus (COVID-19). O tráfego de dados não desconta da franquia de internet nos planos de celular.

Caixa Apps - Cadastro Unico | Auxilio Emergencial

O SindiTelebrasil, órgão que representa as operadoras, explica em comunicado que as cinco empresas “criaram um grupo de trabalho para viabilizar a interoperabilidade das redes e a padronização das informações, garantindo o trânsito pelas diversas empresas de forma rápida e ágil”. A entidade diz, no entanto, que “a gestão da solução não é de responsabilidade das operadoras”.

O acesso grátis está valendo desde terça-feira (7): ele não desconta da franquia de internet nos planos pré-pagos, controle e pós. O cadastro via site ou aplicativo para Android e iOS não consome o pacote de dados; o download da App Store e Google Play, sim.

O governo está cadastrando pessoas que tenham direito ao benefício de R$ 600 por três meses, mas que não constam no Cadastro Único (CadÚnico) de programas sociais. Isso inclui trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados. Quem recebe Bolsa Família não precisa usar o Caixa Auxílio Emergencial, pois já está no CadÚnico.

Operadoras adotam mais medidas durante pandemia

TIM, Vivo, Oi e Claro/Nextel tomaram outras medidas durante a pandemia: elas concederam bônus de dados aos clientes, flexibilizaram o pagamento de faturas e liberaram o acesso grátis ao app Coronavírus SUS.

Elas também fecharam acordo com o MCTIC (Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações) para monitorar deslocamentos de pessoas e saber em quais locais a quarentena está sendo respeitada. As operadoras afirmam que as informações são agregadas e anonimizadas.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação