Início » Jogos » Nintendo Switch Pro Controller é homologado pela Anatel

Nintendo Switch Pro Controller é homologado pela Anatel

Joy-Cons do Nintendo Switch também foram homologados pela Anatel; console será lançado oficialmente no Brasil?

Felipe Ventura Por

O Pro Controller, joystick com formato mais tradicional para o Nintendo Switch, foi homologado pela Anatel a pedido de uma empresa de Minas Gerais. Os Joy-Cons também foram certificados pela agência reguladora; o console, ainda não. Ele vai mesmo chegar oficialmente ao Brasil?

Nintendo Switch Pro Controller

Anatel homologa controles da Nintendo

Como descobriu o Plantão Anatel, os Joy-Cons e o Nintendo Switch Pro Controller foram homologados a pedido da DKAF Representações, cuja sede fica localizada em Poços de Caldas (MG) de acordo com o cadastro no CNPJ.

Explicamos por aqui que a DKAF atua com serviços especializados de apoio administrativo, representação comercial e “reparação e manutenção de equipamentos eletroeletrônicos de uso pessoal”.

A DKAF pediu a homologação de mais de 100 produtos, incluindo fones de ouvido sem fio B&O Beoplay E8, câmera Polaroid Originals OneStep+, canetas da Wacom e sistemas de infotainment da LG para carros.

Ela está trabalhando na vinda do Switch ao Brasil, ou se trata de algo diferente? Entramos em contato com a empresa mineira, mas não tivemos resposta.

Por enquanto, é melhor não se animar muito. Os Joy-Cons e o próprio Switch foram homologados pela Anatel em 2018 a pedido de outra empresa, chamada M RS Digital: ela dizia ser representante oficial da Nintendo no Brasil, mas na verdade não era. Seu CNPJ foi encerrado em agosto de 2018, a certificação da agência reguladora venceu em 2019, e o console não veio ao país.

Nintendo Switch Pro Controller na Anatel

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Caleb Enyawbruce (@Enyawbruce)

Na minha opinião não significa absolutamente nada. Até porque já tivemos isso no passado por parte de empresa que nem era reconhecida pela Nintendo como parceira ou distribuidora oficial. E a empresa que faz isso ainda ganha uma baita divulgação.

Eu (@Keaton)

Não adianta trazer o Switch à 3000 reais. No MercadoLivre tá 1980-2150.

Deve chegar à um preço proibitivo, muito acima dos do MercadoLivre/Amazon (muito cuidado com o marketplace do Amazon, tá cheio de picareta/vendedores amadores).

Orlando Silva (@Orlando_Silva)

Cara, com o dólar mais de R$5, em qualquer lugar vai ser preço proibitivo, mercado cinza ou oficial (sorte de quem conseguiu pegar na época que estava por R$1300~R$1600. Mesma coisa com peças de computadores em 2017/8, antes da mineração)

Orlando Silva (@Orlando_Silva)

Pois é, e fora que se no mercado cinza já passava dos R$300 fácil, com dolar do jeito que tá então…

Eu (@Keaton)

Pois é… mas imagina agora, com o preço que vai dar já que em conversão direta já sai mais de 1500…

Esse COVID-19 cagou em muita coisa, inclusive na cotação do dolar. Real caiu muito. Alias, nem foi cair. Despencou mesmo.

Engraçado que eu estava acompanhando a cotação do Peso argentino (ARP) e ele se manteve em 64.5-66.5 ARP/USD, Já no Brasil foi de 3.9 para 5.35 BRL/USD… Só espero que não entubem o COVID19 e que o USD volte ao normal. (Ps.: salário minimo na Argentina é de 16,875 ARP [segundo o Wikipedia], o que dá quase 25% a mais em dolar que o brasileiro…)

@ksio89

Não quer dizer nada, até porque esse seria o pior momento para trazer o console.

Eduardo Alvim (@Eduardo_Alvim)

Alguma chance dessas homologações terem a ver com conserto/manutenção?