Início » Brasil » São Paulo usa aplicativo PicPay para pagar auxílio merenda

São Paulo usa aplicativo PicPay para pagar auxílio merenda

Merenda em Casa será destinado a 732 mil estudantes de famílias de São Paulo beneficiárias do Bolsa Família

Victor Hugo Silva Por

O governo de São Paulo anunciou que usará o aplicativo PicPay para transferir o auxílio que vai garantir refeições de estudantes de baixa renda durante a pandemia do novo coronavírus. O programa Merenda em Casa, como foi chamado, pagará a partir de R$ 55 por mês para o responsável de cada aluno.

São Paulo usa PicPay para pagar auxílio-merenda

A iniciativa foi anunciada na quarta-feira (8) e, em poucas horas, levou à abertura de 130 mil contas no PicPay. Com elas, os responsáveis por alunos da rede pública estadual que receberão o auxílio poderão sacá-lo em caixas eletrônicos, enviá-lo para sua conta em banco ou pagar as compras pelo aplicativo.

O pagamento será destinado a estudantes de famílias beneficiárias do Bolsa Família. Segundo o governo de São Paulo, a medida inclui 732 mil alunos, que receberão R$ 55 por mês. No grupo, há 113 mil jovens em situação de extrema pobreza registrados no Cadastro Único (CadÚnico). Eles receberão R$ 110 por mês.

O PicPay vai liberar o benefício para contas dos CPFs indicados pelo governo paulista. Os responsáveis pelos estudantes deverão fazer o cadastro no aplicativo, onde também precisam inserir o nome e a data de nascimento, além de enviar uma selfie e a foto de um documento.

Como um adulto pode ser responsável por mais de um aluno, o número de contas será menor que o de beneficiados. O PicPay estima que o auxílio levará à criação de 500 mil contas. Segundo a fintech, elas poderão usar o valor para comprar em 2,5 milhões de estabelecimentos que usam seu QR code.

O auxílio será pago até o último dia útil de cada mês, valerá por dois meses e, de acordo com o governo de São Paulo, custará cerca de R$ 80 milhões. Esse valor poderá aumentar caso as escolas precisarem continuar fechadas por mais tempo.

Com informações: Valor, Mobile Time.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Guilherme da Silva Manso (@GuilhermeManso)

Muito boa a iniciativa!!

E muito bom para o PicPay também, que terá a sua base de usuários crescendo muito. Tá na hora de se tornar popular nacionalmente (aqui em Vitória, onde nasceu, praticamente tudo aceita PicPay).

Vítor Gomes (@vctgomes)

Exatamente. E mesmo assim, existem alguns economistas que dizem que essas fintechs vão todas a falência no futuro.

ochateador (@ochateador)

@Ketma_Lima
Se o filho estiver na rede estadual paulista, talvez receba o auxílio (confirme com a escola) do governo do estado de SP.
Se estiver na rede municipal ou federal, aí não recebe (talvez seja o caso do emi ?).