Início » Brasil » Governo pode barrar monitoramento da quarentena via celular

Governo pode barrar monitoramento da quarentena via celular

Ministro Marcos Pontes anunciou colaboração com operadoras e nuvem pública, mas teria recuado após pedido de Bolsonaro

Lucas Braga Por

Um acordo entre o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e as operadoras de celular Claro, Oi, TIM, Vivo e Algar renderia um mapa de calor apontando o deslocamento de pessoas durante a pandemia de coronavírus (Covid-19). No entanto, a pedido do presidente Jair Bolsonaro, o monitoramento nacional não deve ser implementado.

Foto por Bruno Peres/MCTIC/Flickr

O ministro Marcos Pontes publicou em seu perfil do Instagram que, em 27 de março, divulgou um vídeo explicando como seria feito o monitoramento. No dia seguinte, ele recebeu ligação de Bolsonaro solicitando prudência e pedindo que a ferramenta “só fosse usada após análises extras pelo governo”. Ele decidiu apagar o vídeo; o anúncio oficial da parceria com as operadoras só veio em 2 de abril.

Segundo o colunista Lauro Jardim, do Globo, Bolsonaro ligou para Pontes no último sábado (11) pedindo para suspender o projeto, alegando que “há riscos para a privacidade do cidadão e que a Presidência precisa estudar melhor o tema”. A ferramenta já havia sido aprovada pela Advocacia Geral da União.

Então, no domingo, veio a nota do ministro no Instagram. No entanto, ele afirma que a ferramenta ainda está sob avaliação do governo federal e que “será usada APENAS se análises garantirem a eficiência e a proteção da privacidade dos brasileiros”.

Monitoramento nos estados continua

O ministro finaliza lembrando que os estados têm autonomia e podem solicitar o monitoramento direto com as operadoras: “o governo federal não tem controle ou participação nesses acordos”, diz Pontes.

Sendo assim, continua em vigor a parceria do governo de São Paulo, por exemplo: inicialmente o acordo era apenas com a Vivo, mas depois se estendeu para Claro, Oi e TIM.

Além de São Paulo, o município do Rio de Janeiro anunciou uma parceria com a TIM para fornecer dados de movimentação, assim como a prefeitura do Recife conta com os dados da In Loco.

Em todos os casos, os gestores públicos e operadoras garantem privacidade, com fornecimento apenas de um mapa de calor; nesse caso, nenhum dado individual seria tratado ou disponibilizado, impedindo a descoberta de localização exata de cada pessoa.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
20 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

André Cardoso (@andre)

Incrível como esse homem não só não faz nada mas trabalha ativamente contra tudo e todos que querem combater o corona vírus. É o que merecemos mesmo por ter alguém desse naipe ocupando a presidência.

Daniel R. Pinheiro (@DiFF7Skyns)

Eu não entendo. Ora o pessoal acha ruim o monitoramento devido os problemas com privacidade. Ora eles acham ruim barrar o monitoramento, porque é o presidente que pediu.

Gente, se decidam. Me parece que vocês não tem personalidade alguma.

Breno (@bbcbreno)

Chega a ser hilário! O cidadão mais imprudente e irresponsável dessa sociedade pedindo pro coleguinha ter prudência.

Siebel (@Siebel)

Decisão acertada. Privacidade em primeiro lugar. Não quero que o Estado monitore os meus passos.

João Luiz G (@Joao_Luiz_Gomes_Silv)

Já ouviu aquela piada, que se cloroquina realmente fosse tão bom quanto Bolsonaro fala, teria gente torcendo pelo Covid19

Junior Max (@JuniorMax)

É a primeira vez que eu vejo um vírus colocar o humanidade em uma sinuca de bico.

“Se sair pra trabalhar pode contrair o vírus e uma provável morte, se ficar em casa não morre do vírus, mas provavelmente morre de fome”.

É, vai ser difícil!

@Rogerio.Neves

Decisão mais que a acertada. E tem gente que ainda acha que Dória, Witzel e cia estão fazendo isso de boa vontade. Daqui a pouco vão também justificar as prisões arbitrárias e todos os abusos que esses caras estão cometendo…

@doorspaulo

O monitoramento, teoricamente, é anônimo.
Mas, já perdi a conta de quantos dados “anônimos” permitiam identificar exatamente uma pessoa.

O mais engraçado é ver a galera que taxa o Bonoro de fascista/ditador, batendo palmas para um beta de 1984, só pra ser do contra.

­Monika (@JustMonika)

Mesmo um relógio quebrado está certo duas vezes ao dia…

Elisson Miranda (@Elisson_Miranda)

Isso ae, essas pessoas sempre vão ser contra tudo que ele falar, não importa oque.

Daniel Pita (@danielpita)

É aí que onde o estado mais deve atuar, com foi feito em El Salvador, como a Finlândia fez e por aí vai. É tudo questão de prioridades na gestão. A gente se preocupa tanto com a economia, mas esquece que o que move a economia, também, é a mão de obra. Enfim, num governo que só se preocupa com números e que correu para bancos e empresários, realmente fica difícil pensar numa medida que abarque todo mundo.

Daniel Pita (@danielpita)

Não adianta muito falar. Vide os comentários aqui no Tecnoblog, que a cada ano se torna cada vez mais reacionário e com pensamentos egoístas. Uma galera que é contra o estado, que acha que o mercado se auto regula e defende privatização, que elege Bolsonaro, vai ter discernimento em que? Ele é só reflexo do que muita gente pensa. Não é atoa que Nova Iorque está como tá. Vamo ver onde o barco vai parar.

Daniel Pita (@danielpita)

Bem observado! Hehehehe.

José X. Burguer (@shevek)

hmm, estranho, de onde será que saíram esses 2 trilhões (reais) de reservas internacionais, já que o PT “destruiu e surrupiou” o país ?

Guedes precisa explicar isso

“Ele (Guedes) disse que é incongruente um país ter uma dívida pública de quase R$ 4 trilhões e manter reservas de aproximadamente R$ 2 trilhões”, afirmou Ranfolfe.

Valor Econômico Guedes sugere a senadores uso de reservas internacionais para conter danos da...

O congelamento de salários de servidores públicos pelo período de dois anos também foi sugerido pelo ministro em videoconferência na quinta-feira (9)

André Cardoso (@andre)

tu nem me conheces, de onde tirasse isso?

você, ao contrário, dá pra perceber o tipo de pessoa que é pelos comentários aqui nesse tópico. É o famoso gif do “e o pt? e o lula?”. Ninguém sequer levantou esse assunto aqui, mas vocês insistem em manter isso vivo pra tentar justificar qualquer porcaria que o Bolsonaro fala/faz. Já faz 4 anos que o PT saiu do poder, superem. Assumam que vocês vão abaixar a cabeça e dizer “sim senhor” pra tudo que o presidente falar, fica menos feio.

a gente tá numa situação de pandemia mundial, e uma que não se via há muito tempo, qualquer ação no sentido de controlar a circulação das pessoas nesse momento é necessária e bem-vinda

Exibir mais comentários