Início » Internet » Brasil tem alta de 40% no download de torrents na quarentena

Brasil tem alta de 40% no download de torrents na quarentena

Volume de downloads de torrent no mundo aumentou de 12 milhões para 16 milhões no final de março

Felipe Ventura Por

As medidas de distanciamento social adotadas por diversos países levaram ao aumento no download de torrents: no Brasil, por exemplo, o salto foi de 40% desde o final de março, se comparado ao início do ano. Esse efeito ocorreu em diversos lugares, incluindo na Itália, Espanha, África do Sul e Arábia Saudita; mas não foi observado onde não houve medidas rígidas de quarentena contra o coronavírus (COVID-19), como nos EUA e na Suécia.

uTorrent baixando torrent com vários peers

uTorrent baixando torrent com vários peers

O TorrentFreak obteve dados do site iknowwhatyoudownload sobre o número de endereços IP que compartilharam torrents desde o início do ano, bem como a quantidade rastreada de downloads.

No Brasil, o pico de downloads de torrents ocorreu em 21 de março, um sábado. Foi a época em que diversos estados, como São Paulo e Rio de Janeiro, começaram a implementar a quarentena. A média de downloads era de 2,7 milhões por dia; depois, ela foi para 3,7 milhões.

O número de IPs brasileiros compartilhando torrents, por sua vez, teve aumento de 35%: havia 1,01 milhão antes da quarentena e 1,36 milhão depois, em média.

Brasil download torrents

Download de torrents cresce em mais países

Algo semelhante ocorreu na Argentina, que ordenou quarentena total em 19 de março: nossos vizinhos faziam 508 mil downloads antes dessa data; o valor saltou para 706 mil durante o isolamento social. O número de IPs compartilhando torrents no país foi de 179 mil para 254 mil.

O TorrentFreak fez a análise e encontrou esse mesmo fenômeno em vários outros países que impuseram uma política de distanciamento social, como Itália, Espanha, Singapura, África do Sul e Arábia Saudita.

Isso é uma tendência global: o volume de downloads no mundo inteiro girava em torno de 12 milhões até o final de março, quando saltou para 16 milhões. Na China, onde as medidas de quarentena começaram em janeiro, o volume de visitas a sites de torrent aumentou 20%.

Enquanto isso, em países que não adotaram a quarentena de forma rígida, o download de torrents seguiu mais ou menos estável: é o caso dos EUA, Holanda e Suécia.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
14 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

imhotep (@imhotep)

Súbito interesse em baixar distros Linux…

@LeandroCSC

Por mais que Netflix ,Amazon e afins tenham uma quantidade boa de filmes e séries em seus acervos,sempre tem aquele momento que não sabemos mais o que assistir e/ou não encontramos determinado título. Eu mesmo baixei alguns filmes via torrents esses dias ( mesmo sem VPN ) por não encontrar alguns títulos mais antigos,que não são uma tendência tão forte no streaming,pelo menos é a impressão que tenho.

Tiago Jeronimo (@TiagoJL)

Meu cachorro disse que está baixando a nova temporada de Westworld na locadora do Paulo Coelho.

Vítor Gomes (@vctgomes)

É aquele ditado: eu acho é pouco. Quero ver esse número subir mais!

Tava tudo indo muito bem com o pessoal migrando da pirataria para os principais streamings, mas a ganância dos estúdios fora tanta, com cada um querendo abocanhar o lucrativo mercado, q agora já ocorre o inverso.

Fui contra a pirataria, mas hj só quero q essas empresas se f****

Giovani (@Giovani)

Né jão? Se for pra gastar, que seja com VPN e/ou seedbox!

@ksio89

O aumento de upload (15 pra 60 Mbps) na Oi fibra não poderia ter vindo em melhor hora, nunca antes na história desse país eu baixei (e subi) tanto torrent

Welton Aguiar Martins (@WeltonMartins05)

Pois é. Um monte de empresa lançando serviços de streaming, tirando títulos de outras empresas pra colocar no seu portfólio acaba quebrando a cabeça do consumidor. Daqui a pouco vai ficar mais caro manter todos do que pagar uma TV por assinatura. E assim, a pirataria volta a crescer no Brasil

Uma coisa que diminuiu bastante no Brasil foi os downloads piratas de músicas. Já que os serviços de streaming nesse setor manter o mesmo catálogo em todos e assim fica mais fácil pro consumidor escolher o melhor pra ele próprio. Acredito que os serviço de séries e filmes poderiam seguir o mesmo caminho, mas estão tomando o caminho inverso

@doorspaulo

Acabou que cancelei os trocentos serviços de streaming, e adotei o Prime + torrents.
Virou baderna demais.

ochateador (@ochateador)

Minha família que diga. Todos se vangloriando de assinarem os serviços de streaming e na hora de usar só reclamam de baixa qualidade, travamentos, não encontram o que querem, etc.

Muitos voltaram para a TV a cabo, pode ser cara, mas pelo menos a qualidade é a mesma (no máximo oscila quando chove muito). E outros aprenderam a mexer com torrents.

Bruno Cabral Peixoto (@Bruno_Cabral_Peixoto)

O único download que eu fiz foi do Kubuntu 20.04 beta, tá voando e super estável.

Bruno Cabral Peixoto (@Bruno_Cabral_Peixoto)

Pra mim o melhor Linux é o Kubuntu. Só um conselho, se vc usa suíte office, teste o WPS ou atualize o LibreOffice (além de ativar sua interface Ribbon).

Bruno Cabral Peixoto (@Bruno_Cabral_Peixoto)

Tenho o Prime e o Crunchyroll. Torrente por hora só o Kubuntu mesmo.

imhotep (@imhotep)

Bons tempos!
Hoje eu uso o único Linux viável: archlinux!

Giovani (@Giovani)

Tenho Arch com Sway e Fedora com Gnome, ta tão bom os dois que as vezes perco tempo no grub pensando a vida em qual entrar …