Início » Aplicativos e Software » Google e Apple detalham rastreamento de COVID-19 por celulares

Google e Apple detalham rastreamento de COVID-19 por celulares

As empresas trabalham para oferecer APIs de rastreamento de contato para autoridades de saúde pública

Victor Hugo Silva Por

O Google e a Apple se uniram em torno de uma tecnologia que utiliza celulares para apontar quem esteve próximo a uma pessoa com COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus. As empresas trabalham com o chamado “rastreamento de contato” e deram mais informações sobre quando ele será liberado.

Google e Apple trabalham em solução de rastreamento de contato

O método deverá ser adotado em maio por autoridades de saúde pública, que poderão implementar em seus aplicativos as APIs liberadas por Google e Apple. Em alguns meses, as empresas devem oferecê-lo como um recurso nativo de seus sistemas operacionais.

O Google informou ao TechCrunch que o rastreamento de contato será liberado com uma atualização no Google Play Services, o que indica que ele estará disponível a partir do Android 6.0. A Apple, por sua vez, indicou apenas que o recurso será liberado ao maior número possível de usuários.

Quando isso acontecer, os usuários não precisarão usar aplicativos de terceiros para receber alertas de que tiveram contato com alguém com COVID-19. Ainda assim, o Android e o iOS vão recomendar o download de apps de autoridades de saúde pública para quem desejar mais informações.

O que é rastreamento de contato?

O rastreamento de contato é um método que utiliza o padrão Bluetooth Low Energy para identificar os aparelhos próximos. Os dispositivos que estão a uma curta distância um do outro iniciarm a conexão e emitem um código de identificação.

Ele muda a cada 15 minutos e, se o aparelho permitir, o tempo de intervalo se torna aleatório entre 10 e 20 minutos para aumentar a privacidade. O código de verificação é criado a partir de uma chave diária que, por sua vez, muda a cada 24 horas e é gerada a partir de uma chave de rastreamento única.

Quando uma pessoa testar positivo para COVID-19, suas chaves diárias dos últimos 14 dias são enviadas para um servidor. Com a informação, o sistema identifica os celulares com que o aparelho se conectou nesse período e informa que os donos desse dispositivos ficaram perto de alguém infectado.

Rastreamento de contato

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação