Início » Aplicativos e Software » Windows 10 May 2020 Update: atualização entra em testes finais

Windows 10 May 2020 Update: atualização entra em testes finais

Windows 10 May 2020 Update e traz melhorias na busca, no pareamento Bluetooth, na Cortana e no subsistema Linux

Felipe Ventura Por

A próxima grande atualização do Windows 10 está quase pronta: ela se chama May 2020 Update e traz melhorias na busca, no pareamento Bluetooth, na Cortana e no subsistema Linux. A Microsoft anunciou que essa versão entrou em testes finais e será distribuída para mais usuários do programa Insider.

Novos ícones do Windows 10

“Acreditamos que a build 19041.207 é a versão final, mas continuaremos a melhorar a experiência geral do May 2020 Update nos PCs dos clientes, como parte do nosso ritmo de manutenção normal”, explica Brandon LeBlanc, gerente do programa Windows Insider, no blog oficial da Microsoft.

Ao contrário da última atualização do Windows 10, que era mais próxima a um service pack, o May 2020 Update traz uma lista enorme de pequenos ajustes em todo o sistema. A busca oferece resultados melhores no Windows Explorer e no menu Iniciar; as áreas de trabalho virtuais podem ser renomeadas; a Cortana possui um foco maior em produtividade; e o subsistema Linux ganhou uma nova versão.

Existem três níveis no Windows Insider: o Rápido, com atualizações frequentes; o Lento, com updates mais espaçados; e o Release Preview, que dá uma prévia para a próxima versão do sistema. 50% dos usuários do Release Preview receberão o May 2020 Update de forma automática; a outra metade poderá fazer isso acessando as configurações.

Se você está curioso para ver as novidades da próxima versão do Windows 10, pode instalar builds do programa Windows Insider seguindo as instruções neste link. A Microsoft se refere ao May 2020 Update pelos códigos “20H1” (1º semestre de 2020) ou “2004” (abril de 2020, quando foi definida a versão final).

Microsoft oferece suporte grátis a empresas

Além disso, empresas que já testam o May 2020 Update dentro do programa Windows Insider for Business poderão solicitar suporte técnico gratuito à Microsoft para essa versão. Isso é limitado aos clientes das edições Enterprise e Pro.

“Ao encontrar um problema grave que impeça você ou outros usuários em sua organização de usar um dispositivo, ou que comprometa dados pessoais ou de segurança, use nosso formulário on-line para solicitar assistência diretamente ao Suporte da Microsoft, sem nenhum custo”, diz LeBlanc.

Com informações: Bleeping Computer.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
16 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@bkdwt

Já estou usando a build release há umas duas semanas. So far so good!

Igor (@Spetto)

Está estável? Quais as principais mudanças dessa 20H1 na prática?

Schio ☭ (@Sckillfer)

MS devia era refazer a pesquisa do Windows do zero, oh negócio ruim…

Kayo (@Kayo)

Aí tu ferra a telemetria em segundo plano.

Josué Junior (@Josue.Jr)

O que me dá raiva nas ultimas builds Insider, é que pra mim todas as ultimas atualizações travam no momento que a instalação atinge 61%, igual agora com essa build

Eu (@Keaton)

Façamos nossas apostas: qual será o bug critico que eles deixaram passar desta vez? Pastas que somem? drivers previamente certificados que dão BSOD? programas desinstalados porque fuckyouthatswhy?

Daniel Rocha (@Rock)

Usa o Ultrasearch, muito bom e muito rápido.

ochateador (@ochateador)

Em um teste aqui na empresa, ao baixar a ISO (1709 ou superior) de forma separada e atualizar manualmente, sempre marcamos a opção “manter todos os programas e arquivos”. Em todas as vezes o kaspersky (e o agente) é desinstalado sem deixar rastro no registro ou em pastas.

Isso por atualização manual. Pelo WSUS não testamos ainda.

@ksio89

Em geral são esses processos/serviços que usam 100% do HD: Superfetch e Microsoft Compatibility Telemetry. Tenta desativá-los pra ver se resolve.

Por mais que não tenha tido problema com as últimas atualizações do Windows, eu crio um ponto de restauração do sistema antes de atualizar, e também movi pastas especiais como Documentos, Músicas etc. para outra partição diferente da do sistema.

Kayo (@Kayo)

Eu desativo uma penca de serviços e funções, o pessoal que vive na Disney gosta de dizer que ram ta aí pra ser usada mesmo e não afeta o sistema pois é “inteligente” mas percebo uma perda consideravel em bateria e processamento quando deixo essas tranqueiras todas rodando.

Leonardo Brandão Gonçalves (@leonardobg7)

Nunca vão resolver. Pode ser teoria da conspiração, mas acredito que Microsoft tá em cartel com algumas empresas de ssd porque não tem base.

Um monte de gente com esse problema que não existia antes do Windows e a Microsoft não fez nada.

Aí você coloca um ssd e resolve…

@ksio89

Concordo plenamente com você, pra mim, essa história de “RAM é pra ser usada” é meio que falácia. RAM é pra poder rodar mais programas que o usuário desejar simultaneamente, não pra ser ocupada por processos inúteis do sistema operacional.

Meu aparelho Android tem 4GB de RAM e mesmo assim eu uso o Greenify pra matar apps que ficam abertos em 2º plano consumindo memória, processador e bateria à toa. Mesma coisa no meu laptop, mesmo com 8GB de RAM não deixo serviços desnecessários do Windows rodando à toa.

Eu (@Keaton)

Legal isso. Adivinha qual antivirus eu uso. hahaha

Felipe Insfran (@felipous)

Só resolvi colocando um SSD mesmo =/
Anos sofrendo com esse problema e nada da MS corrigi-lo.

Vítor Gomes (@vctgomes)

Eu concordo completamente.

Meu Android tem 6GB de RAM e mesmo assim é insuficiente. Às vezes basta trocar de app por alguns segundos (como pegar um código 2FA em outro app) que, quando voltar, o navegador ou o app já recarregou de volta. É um saco!

Exibir mais comentários