Início » Computador » Macs com processadores ARM baseados no iPhone devem chegar em 2021

Macs com processadores ARM baseados no iPhone devem chegar em 2021

Apple planeja Macs e MacBooks sem Intel: eles podem trazer um chip baseado no Apple A14 Bionic, dos próximos iPhones

Paulo Higa Por

O rumor da mudança de arquitetura dos Macs está de volta com informações mais completas: de acordo com a Bloomberg, os primeiros computadores da Apple com processadores ARM estão planejados para chegarem ao mercado em 2021. Eles teriam um chip baseado no Apple A14 Bionic, que também deverá equipar os próximos iPhones.

MacBook Pro (16 polegadas)

A transição do Intel x86 para o ARM não é um rumor novo: essa especulação existe desde 2017, quando era esperado que a Apple incluísse um chip próprio nos Macs para certas tarefas, o que de fato aconteceu. Em 2018, o analista Ming-Chi Kuo, conhecido por ter um bom histórico de acertos, já afirmava que o primeiro Mac com processador ARM chegaria “em 2020 ou 2021”, como forma de aumentar as margens de lucro da Apple e não depender mais do cronograma de lançamentos da Intel.

Segundo as fontes da Bloomberg, a Apple “está se preparando para lançar pelo menos um Mac com seu chip próprio no ano que vem”. O processador seria fabricado pela TSMC, que já é responsável pela produção dos chips para iPhones e iPads, em um processo de 5 nanômetros, o mesmo que deverá ser utilizado nos próximos celulares da Apple.

MacBook Pro (16 polegadas)
O veículo acrescenta que a empresa de Tim Cook está desenvolvendo três versões de processadores para Mac, sendo que primeiro deles seria muito mais potente que os presentes nos iPhones e iPads. O chip seria formado por oito núcleos de alto desempenho, batizados de Firestorm, além de “pelo menos” quatro núcleos com foco em eficiência energética, chamados internamente de Icestorm.

A Apple também deve criar chips mais poderosos para o resto de sua linha de Macs: ela planeja processadores com mais de 12 núcleos para o futuro e, “em alguns Macs, a Apple vai dobrar ou quadruplicar o número de núcleos que a Intel oferece”. Ainda assim, a transição deverá ser gradual e complexa, já que a crise do coronavírus deve atrasar a produção dos chips e os primeiros modelos não devem competir com os Intel de alto desempenho dos MacBooks Pro, iMacs e iMacs Pro.

MacBook Pro (16 polegadas)

Os novos Macs ainda devem rodar o macOS e a segunda geração dos chips ARM já estaria sendo projetada, indicando que a Apple deve sincronizar Macs, iPhones e iPads no mesmo ciclo de lançamento de processadores. Isso porque a empresa trabalha no projeto, chamado de Kalamata, há anos: uma versão para Macs do Apple A12X Bionic, originalmente criado para o iPad Pro, foi criada e deu confiança aos engenheiros da companhia.

Esta seria a primeira grande mudança nos chips dos Macs em 15 anos. Em 2005, após anos de especulações da imprensa, a Apple anunciou que passaria a utilizar processadores da Intel nos Macs e MacBooks, abandonando a arquitetura PowerPC. No final de 2006, toda a linha de desktops, notebooks e servidores já havia sido migrada para x86 e, em outubro de 2007, a Apple lançou o último Mac OS X com suporte ao PowerPC, o 10.5 Leopard.

Comentários da Comunidade

8 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Eduardo Alvim

Movimento inteligente da Apple, que está voando baixo no desenvolvimento de chips. Quem diria que viveríamos para ver isso acontecer…

Guilherme Borges

Quero ver como vai ficar pra Intel que vai perder mais um segmento de um cliente importante.

Levi Brito

Fim dos hackintosh?.. A não ser que os dispositivos windows com chip arm se popularizem no mercado. Aí veríamos talvez, o macOS no SD 8cx

@ksio89

Adeus Hackintosh e jogos AAA no macOS.

@doorspaulo

E bootcamp com Windows.

@ksio89

E a versão do Windows 10 que roda no Snapdragon 8cx, não vai funcionar nos Macs com ARM? E vice-versa, o macOS para a arquitetura ARM rodar em laptops com esse chip da Qualcomm?

Mas ao mesmo tempo admito que vai ser algo de nicho, bem longe da abrangência de processadores x86.

Filipe Espósito

Certamente haverá BootCamp para os Macs ARM usando a versão ARM do Windows. Apple e Microsoft são parceiras apesar de concorrentes, então acho super possível que as duas trabalhem juntas para o BootCamp funcionar também no ARM.

Participe da discussão