Início » Telecomunicações » Cade aprova rede 2G única e 4G compartilhado entre TIM e Vivo

Cade aprova rede 2G única e 4G compartilhado entre TIM e Vivo

TIM e Vivo criarão rede 2G única para ambas as operadoras e irão compartilhar 3G e 4G em cidades pequenas

Lucas Braga Por

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições o acordo de compartilhamento entre TIM e Vivo. As operadoras terão uma rede única na tecnologia 2G, além de compartilhar recursos de 3G e 4G em alguns municípios.

O órgão rejeitou um recurso apresentado pela Claro, mas ainda aguarda novos recursos pelos próximos 15 dias. Caso seja efetivado, o acordo permitirá que TIM e Vivo compartilhem as redes 3G e 4G usando frequência de 700 MHz em municípios com menos de 30 mil habitantes, com possibilidade de expansão para outras áreas.

Para as operadoras, o compartilhamento traz uma economia significativa, uma vez que TIM e Vivo irão dividir todo o custo de operação. A formação de uma rede 2G única é importante porque, embora em desuso, ainda existem regiões onde 3G e 4G não chegam, além de dispositivos de internet das coisas que usam modem GPRS, como rastreadores veiculares e máquinas de cartão de crédito.

De início, o compartilhamento das redes 3G e 4G deve atingir 800 cidades, enquanto a rede 2G única deve chegar a 2.800 municípios. A proposta é que, no final, as operadoras criem a rede única de 2G em todos os municípios onde se fazem presentes.

O acordo permitirá que clientes da TIM utilizem a rede 2G da Vivo onde a primeira operadora não possuir cobertura e vice-versa. A TIM tem presença com tecnologia 2G em 3.476 municípios, enquanto a Vivo está em 3.892 cidades.

Em fevereiro de 2020, dados da Anatel registram que ainda existem 13% de dispositivos utilizando a rede 2G e 17,9% com 3G. Os celulares com 4G são maioria, com 69,1% de toda a base brasileira.

Com informações: Telesíntese

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
9 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@bkdwt

O 3G será desligado antes do 2G. Podem anotar!

Felipe Insfran (@felipous)

Também acho

Michel da Silva Soares (@Michel)

Deixa eu ver se entendi direito

será compartilhado o 4G na frequência de 700Mhz?
já calcularam a merda que vai ser isso aí?

sobre o 2G eu acho que entendi.

Sobre o 3G eu acho que só será viável se permitirem usar toda a banda disponível da frequência.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Essas cidades são menores que 1 bairro em uma capital, não se exige tanta banda assim, e se unirem o espectro das 2 operadoras vai fica melhor do que casa uma operando separado.

@ksio89

Que nojo que tenho da Claro, sempre chorando pro Cade ou pra Anatel quando ela não é beneficiada.

Michel da Silva Soares (@Michel)

Pq a Claro é a única que não gosta desses gambiarras de compartilhar espectro
né a toa que é a única que tem uma média de mais de 100Mb na maioria dos testes no 4G…

Vítor Gomes (@vctgomes)

A Claro usa isso tbm. Na cidade onde meus pais moram a rede da Vivo é dividida com a Claro. O nome da rede era 724 28.

Vítor Gomes (@vctgomes)

Já está sendo. Tem muita cidade do interior que a Vivo e Tim só tem cobertura 2G e 4G.

O 2G é usado pra ligações (limitações do VoLTE) e o 4G pra dados.

@ksio89

Ué, mas se o VoLTE é justamente para permitir o tráfego de voz pelo 4G, não entendi essa.

Vítor Gomes (@vctgomes)

Poucos telefones possuem VoLTE… Principalmente considerando que precisa de uma certa homologação das operadoras brasileiras pra funcionar

@ksio89

Não diria poucos, acho que a maioria dos aparelhos hoje já suportam a tecnologia. O problema maior é que depende da operadora disponibilizar o VoLTE na rede, mas acredito que nas regiões metropolitanas a cobertura seja extensa.

Vítor Gomes (@vctgomes)

A maioria dos telefones importados, por exemplo, não funcionam. Eles até tem a função em hardware, mas precisam de um software adaptado pra funcionar. O maior problema do VoLTE que eu vejo é em relação a essa parceria entre operadoras e telefones.

jacob (@jacob)

Meu S8 é importado e funciona o VoLTE normalmente.