Início » Aplicativos e Software » WhatsApp tem queda de 70% em mensagens encaminhadas após limite

WhatsApp tem queda de 70% em mensagens encaminhadas após limite

WhatsApp permite que mensagem muito encaminhada seja passada para frente apenas uma vez

Emerson Alecrim Por

Está funcionando. O limite de compartilhamento de conteúdo no WhatsApp fez o número de mensagens altamente encaminhadas cair 70% no mundo todo em questão de semanas. Embora não resolva o problema, essa medida diminui o alcance das notícias falsas que se alastram pelo serviço, principalmente nesta época de pandemia.

WhatsApp (imagem: Pixabay)

O limite de mensagens encaminhadas no WhatsApp foi ativado oficialmente há duas semanas e funciona assim, basicamente: o usuário só pode passar para frente mensagens encaminhadas com frequência para apenas uma conversa por vez; mensagens não sinalizadas como altamente encaminhadas podem ser enviadas para até cinco conversas por vez.

Mensagens altamente encaminhadas são identificadas com uma seta dupla seguida da palavra Encaminhada. Mensagens que já foram compartilhadas, mas não para um grande número de pessoas, recebem o símbolo de uma seta única e, novamente, a palavra Encaminhada.

WhatsApp mensagem encaminhada muitas vezes

Na verdade, os esforços do WhatsApp para reduzir o alcance de mensagens muito compartilhadas remete ao início do ano passado, quando o limite de encaminhamento de conteúdo do tipo passou de 20 para cinco conversas. A medida fez o volume de mensagens encaminhadas no WhatsApp cair cerca de 25% em 2019.

Era preciso fazer mais, no entanto. A pandemia do novo coronavírus fez uma onda de mensagens prometendo curas milagrosas ou com teorias conspiratórias sobre a COVID-19 surgir no WhatsApp. Algumas delas ajudaram a espalhar a crença, na Europa, de que as redes 5G são responsáveis pela disseminação do coronavírus.

Mas são nos países menos desenvolvidos e mais populosos que a desinformação se propaga com mais força. Um exemplo vem da Índia, o maior mercado do WhatsApp com 400 milhões de usuários: notícias falsas sobre a COVID-19 se espalharam tanto por lá que o próprio governo indiano pediu aos serviços de mensagens que adotassem medidas para frear o avanço desse tipo de conteúdo.

Limitar o encaminhamento de mensagens é uma boa medida de contenção porque, na maioria das vezes, os usuários compartilham mensagens sem checagem de veracidade movidos pelo sentimento de urgência ou indignação que aquele conteúdo causa.

WhatsApp mensagem encaminhada muitas vezes

A restrição vem dando resultado. “Desde a implantação do novo limite houve, globalmente, redução de 70% no volume de mensagens altamente encaminhadas enviadas pelo WhatsApp”, diz o serviço em nota.

Outras medidas podem ser implementadas em um futuro próximo, afinal, o problema da desinformação no WhatsApp foi atenuado, não resolvido. Uma delas pode ser um botão que permite ao usuário checar no Google a veracidade de uma mensagem encaminhada.

Com informações: TechCrunch, Business Standard.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
3 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@Gabriel

vai resolver a questão da minha mãe ficar falando que mel, limão e aspirina cura o corona?

Helliton Soares Mesquita (@Helliton_Soares_Mesq)

Acabo de descobrir que a noticia que houve redução de 70% das Fake News no Whatsapp era Fake News. Reduziu a quantidade de mensagem encaminhadas, o que pode significar qualquer coisa, mas não foge do óbvio do que era esperado.

Emerson Alecrim (@Alecrim)

Onde você viu que houve redução de 70% nas fake news?

Helliton Soares Mesquita (@Helliton_Soares_Mesq)

As primeiras noticias estavam escritas assim. Que reduziu as Fake News. Depois é que começaram a surgir as noticias mais corretas, como a do site que com um titulo diferente já tira as pegadinhas nas matérias.