Início » Negócios » Amazon testa videochamadas para verificar identidade de vendedores

Amazon testa videochamadas para verificar identidade de vendedores

A verificação feita antes do novo formato conseguiu impedir que 2,5 milhões de contas continuassem vendendo na Amazon no ano passado

André Fogaça Por

A Amazon mudou a forma de testar a veracidade das contas de vendedores que utilizam sua plataforma como loja virtual de seus produtos. A ferramenta não é nova, mas deixa de ser realizada de forma presencial e parte para videochamadas, como consequência da pandemia de COVID-19, causada pelo novo coronavírus.

Amazon - caixa

Este tipo de verificação de autenticidade do vendedor ainda está em testes iniciais e tem como objetivo encontrar vendedores que cometem fraudes, diminuindo a possibilidade de que ele continue atuando no marketplace da Amazon. Atualmente os testes acontecem em alguns lugares do mundo, como cidades dos Estados Unidos, Reino Unido, China e Japão.

A Amazon diz que não utiliza qualquer tecnologia de reconhecimento facial e que todo o processo de verificação é manual, feito por uma pessoa do outro lado da câmera e que checa informações como a foto enviada pelo vendedor, junto com dados de documentos pessoais que foram fornecidos durante o cadastro para poder vender.

Por enquanto foram 1 mil vendedores que passaram pela nova forma de verificação, mas a Amazon comenta que a verificação anterior já conseguiu impedir que 2,5 milhões de contas fraudulentas continuassem vendendo itens no ano passado.

A COVID-19 já alterou outros processos internos da gigante do varejo online, como a mudança para focar em produtos essenciais para distribuição em alguns países, como Estados Unidos e Reino Unido. Nestes dois locais os centros priorizam o recebimento de itens de alta demanda para o momento.

Outra alteração está nos prazos de entrega, que aumentaram no Brasil e Estados Unidos. Quem assina o Prime por aqui está com prazo de uma semana para compras que são entregues nas capitais de São Paulo e Rio de Janeiro, indo para duas semanas em outras cidades.

Com informações: The Verge.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação