Início » Celular » Desmonte mostra quais peças são iguais entre iPhone 8 e novo iPhone SE

Desmonte mostra quais peças são iguais entre iPhone 8 e novo iPhone SE

Novo iPhone SE recebeu nota 6 (de 10) do iFixit no quesito facilidade de reparo

Emerson Alecrim Por

Cara de um, focinho do outro. É o que a gente pode dizer do novo iPhone SE em relação ao iPhone 8. Por fora, ambos são praticamente iguais. E por dentro? O pessoal do iFixit tratou de fazer o desmanche dos dois celulares para comparar as suas entranhas. Como esperado, ambos também compartilham muitas características internas. Mas há diferenças importantes.

iPhone 8 (à esquerda) e novo iPhone SE (foto: iFixit)

iPhone 8 (à esquerda) e novo iPhone SE (foto: iFixit)

A mais relevante todo mundo já sabe: o novo iPhone SE traz chip A13 Bionic contra o processador A11 Bionic do iPhone 8. Vamos então partir para um componente que é “igual, mas diferente” em ambos os aparelhos: a bateria.

Nos dois modelos, o componente conta com 1.821 mAh, mas a placa lógica da bateria do iPhone SE não tem o encaixe que é usado no iPhone 8. É provável que essa diferença exista justamente para evitar o intercâmbio de baterias entre os dois celulares.

O iFixit também constatou que o iPhone recém-lançado usa o mesmo conector de bateria do iPhone 11. Então, é possível usar a bateria deste no iPhone SE 2020, certo? Errado. O iFixit sinaliza que essa troca não funciona. Pelo visto, a Apple está determinada a evitar gambiarras nas trocas desse componente.

Também não é boa ideia fazer o intercâmbio do botão home. No novo iPhone SE, você precisará manter o componente original em caso de reparo ou substituí-lo por outro desenvolvido especificamente para esse modelo.

Em compensação, é possível trocar com sucesso os módulos de câmera, a bandeja do SIM card, o Taptic Engine e a tela por peças do iPhone 8: entre ambos, há pouquíssimas diferenças no que diz respeito a esses componentes.

Taptic Engine no novo iPhone SE (foto: iFixit)

Taptic Engine no novo iPhone SE (foto: iFixit)

Ah, um detalhe não menos importante: no desmonte do iFixit, o iPhone SE 2020 recebeu nota 6 no índice de reparabilidade. A escala vai de 1 (reparo difícil) a 10 (reparo fácil). Isso significa que o conserto do aparelho não é muito complicado.

A pontuação relativamente boa é efeito da facilidade de troca da tela e bateria, e do uso de componentes modulares, que podem ser substituídos sem exigir a troca de outros. A nota só não foi maior porque a vedação para o certificado IP67 complica o reparo e pelo fato de o vidro da traseira ser de difícil substituição.

No Brasil, o iPhone SE de segunda geração custa a partir de R$ 3.699.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Edinho Kunzler (@ekunzler)

São diferenças pontuais para impedir a comunalidade com o modelo antigo, mas é sim o iPhone 8 requentado e com preço de iPhone totalmente novo.