Início » Telecomunicações » Oi Fibra inicia venda de internet fixa de 400 Mb/s

Oi Fibra inicia venda de internet fixa de 400 Mb/s

Plano de 400 Mb/s da Oi Fibra custa R$ 149,90 e é exclusivo para Petrópolis (RJ); operadora testa banda larga de 500 Mb/s e 1 Gb/s

Lucas Braga Por

A Oi iniciou as vendas da nova velocidade de 400 Mb/s na banda larga Oi Fibra, como adiantado pelo Tecnoblog na semana passada. Inicialmente com comercialização exclusiva para o município de Petrópolis (RJ), a nova velocidade se junta ao tradicional plano de 200 Mb/s já existente, além da nova velocidade de 50 Mb/s que surgiu em três municípios brasileiros.

O plano de 400 Mb/s custa R$ 149,90 por mês, desde que a conta esteja em débito automático e fatura digital; sem isso, o plano pula para R$ 169,90. A mensalidade já inclui uma linha de telefone fixo com ligações ilimitadas para fixo e celular, inclusive DDD.

A melhor vantagem do plano de 400 Mb/s é a velocidade de upload, que é de 200 Mb/s. No plano de 200 Mb/s, a velocidade máxima de subida é de 60 Mb/s — a taxa de transferência, que era de 15 Mb/s, aumentou recentemente. A Oi continua vendendo o plano de 200 Mb/s por R$ 99,90.

O plano de 400 Mb/s ainda inclui acesso ao Coleção Oi, Paramount+ e Watch ESPN, além do Oi Leitura (jornais O Globo e Extra), Oi Notícias (jornal Valor Econômico), Oi Radical, Áudio News e Oi Expert. No Oi Play, o cliente tem direito a 35 plays de conteúdos fora do Coleção Oi.

Até o momento, o combo residencial com TV por assinatura é vendido unicamente com a velocidade de 200 Mb/s, sem opção de upgrade para 400 Mb/s. A operadora passou a comercializar banda larga exclusivamente através da fibra óptica e deixou de vender o tradicional Velox, que usava a rede de cobre com tecnologia xDSL.

Oi Fibra lança nova velocidade de 50 Mb/s

Recentemente, a Oi iniciou as vendas da banda larga por Oi Fibra na velocidade de 50 Mb/s. A novidade, por enquanto, está disponível apenas nos municípios de Caruaru (PE), Piripiri (PI) e Rio Verde (GO).

O plano custa R$ 79,90 (sem a exigência de débito automático e conta digital) e tem velocidade de upload de 25 Mb/s, incluindo linha fixa ilimitada para fixos e celulares de todo o Brasil, além de acesso ao Oi Play com 5 plays e acesso liberado ao Coleção Oi.

No sistema de vendas da operadora já constam as velocidades de 500 Mb/s e 1 Gb/s, mas a Oi ainda não divulga nenhuma informação oficial sobre preços e disponibilidade.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
15 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

João M. (@RonDamon)

Preços bons hein. Aqui pago 99,90 por 100Mbps.

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

Será que ela explica, ao futuro cliente, que, para usufruir de 100% da velocidade, é necessário ter aparelhos compatíveis com a rede 5G? Não vi essa informação no site. Isso é considerado crime por ocultação de informação sobre o serviço.

Luiz Henrique (@Luiz574)

Geralmente operadora só garante velocidade total usando cabo de rede, WiFi vai da sorte/tipo de equipamento do cliente

Djalma Moreira (@TheJalma)

Pois aqui pago 140 por 50mb da vivo com 5mb de upload e um fixo que nunca uso e além disso tá mudo tem muitos meses.

Djalma Moreira (@TheJalma)

Pois aqui pago 140 por 50mb da vivo com 5mb de upload e um fixo que nunca uso e além disso tá mudo tem muitos meses.

Mas a matéria é sobre internet fixa e não móvel.

Leonardo Rocha Dias (@Leonardo_Rocha_Dias)

Sim, mas o cliente deve ter dispositivos como um roteador sem fio que consiga transmitir 400 Mbps, e notebook e smartphone com antenas que consigam receber nesta velocidade.

Giovani (@Giovani)

Espero que isso de estar disponível em apenas algumas praças, seja uma coisa inicial, pra não acontecer igual o Velox que era 1 mb no interior, e 30 nas capitais pelo mesmo preço. Atualmente tenho provedor local, mas penso em migrar, por motivo de CGNAT.

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

O que o CGNAT faz de ruim?

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

teu provedor não tá oferecendo IPv6? CGNAT vai chegar para todos uma hora.

Giovani (@Giovani)

É tanta coisa que o certo é você dar uma pesquisada no Google sobre o assunto, tem varias matérias explicando mais a fundo, mas basicamente colocam isso por falta de ipv4, e isso gera uma serie de desvantagens.

Giovani (@Giovani)

Aqui é um caso complicado, o provedor tem um link, em IPV4 mesmo, para gamers, eles trocam sem problemas entre um link e outro, é só pedir no suporte, o problema é que esse link de games que tem ip valido é uma mer** em certos horários. Ou você fica nesse link e leva 40% da velocidade contratada e lentidão extrema em certos horários, ou fica no link que tem CGNAT e funciona suave com 100% da capacidade …

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

Acabei de ler as desvantagens, na Wikipedia, e não interfere no uso da internet de um usuário comum. Acho que só interfere em um usuário que faz coisas avançadas, na rede, que eu nem consigo imaginar o que seria. Kkkkkk

@FastSloth87

Normalmente o modem fibra das operadoras já vem com Wi-Fi 5 (ac).

Daniel Plácido (@Daniel_Placido)

Ótima hora pra comprar algumas ações da empresa! Já até coloquei algumas em minha carteira.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

É bem comum o servidor de CGNAT sobrecarregar e derrubar a qualidade da internet, os equipamentos bons são muito caros, por isso o ideal é ter IPv6 onde se tem CGNAT pra desafogar ele.

Exibir mais comentários