Início » Negócios » Spotify chega a 286 milhões de usuários e a 1 milhão de podcasts

Spotify chega a 286 milhões de usuários e a 1 milhão de podcasts

Dos 286 milhões de usuários do Spotify, 130 milhões correspondem a contas Premium (pagas)

Emerson Alecrim Por

O Spotify divulgou, nesta quarta-feira (29), os resultados financeiros de suas operações no primeiro trimestre de 2020. Os números indicam que o streaming de música é realmente um dos segmentos que foram pouco atingidos pela pandemia de coronavírus: a companhia encerrou o período com 286 milhões de assinantes e até registrou algum lucro.

Spotify - escritório

Os 286 milhões de assinantes representam um crescimento de 5% em relação ao trimestre anterior e de 31% na comparação com o mesmo período do ano passado. Desse total, 130 milhões correspondem a contas Premium (pagas). O restante diz respeito, obviamente, às contas gratuitas que são mantidas por anúncios.

A receita nos três primeiros meses do ano ficou em € 1,85 bilhão, montante equivalente a US$ 2 bilhões. Esse número ficou ligeiramente abaixo das expectativas dos analistas de mercado, que previam arrecadação de € 1,86 bilhão.

Já o lucro líquido ficou em US$ 1 milhão. Não é muita coisa para uma companhia desse porte, mas não deixa de ser um avanço, afinal, o Spotify registrou perdas no mesmo período do ano passado e no trimestre anterior.

Apesar dos números favoráveis, o próprio Spotify sinaliza que sentiu os impactos da pandemia de coronavírus, embora não de modo grave. A companhia notou, por exemplo, um declínio considerável na base de usuários ativos diários na Espanha e Itália, dois países fortemente afetados pela COVID-19.

Mudanças comportamentais globais também foram notadas. O Spotify percebeu que o uso da sua plataforma em carros, dispositivos vestíveis e web diminuiu, por outro lado, aumentou 50% em TVs e consoles de jogos na comparação com o primeiro trimestre de 2019. Em função disso, a empresa comentou até que “todos os dias agora parecem um final de semana.”

spotify tecnoblog

Até a publicação de podcasts chegou a ser afetada por causa da pandemia. Mesmo assim, os números mais recentes agradaram ao Spotify. A companhia estima que 19% dos usuários ativos mensais ouvem esse tipo de conteúdo. No último trimestre de 2019, essa proporção estava em 16%.

É por isso que o Spotify continua apostando fortemente nesse segmento. Não por acaso, a plataforma atingiu a marca de 1 milhão de podcasts disponíveis em sua plataforma (em tempo, o Tecnocast também está lá). Mais de 60% deles são uma “herança” da Anchor, serviço para criação e distribuição de podcasts que a companhia adquiriu em 2019 (ou seja, valeu a pena fazer esse negócio).

Tamanha variedade de publicações permitiu que o Spotify notasse outro movimento interessante (e bastante lógico, dadas as circunstâncias): por causa da pandemia, a procura por podcasts relacionados a bem-estar e meditação aumentou consideravelmente nas últimas semanas.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Igor Nagase (@nagasedesu1)

Que todos cresçam MUITO!!!
Melhor coisa

Mickey Sigrist (@Mickey)

Tomara que todas as empresas que comercializam mídia por streaming continuem crescendo e que novos players entre no mercado. A concorrência é sempre saudável e faz com que os serviços continuem evoluindo.

Valdinei Ferreira (@valdinei)

Só falta o Spotify investir mais em estabilidade e recursos em seus aplicativos.

A versão desktop me dá raiva todos os dias: páginas não carregando, barra lateral não carregando, travamentos, já inicia dizendo que não está respondendo, problemas com podcasts em playlists, e tantos outros que nem consigo lembrar de uma vez só.

Falando em podcasts em playlists, tá complicado. Tem várias músicas que encontrei que não estão no Spotify, mas estão em outras plataformas de streaming, o que me fez recorrer a essas músicas-podcast.

A única coisa que me impede de ir para o YT Music é não ter uma versão digna no desktop e outras coisas que não me acostumei, além de ter muitas playlists no Spotify (minhas e alheias) e os podcasts.

Jonata Silva (@Jonata_Silva)

Ainda espero letras das músicas no Spotify. Mesmo assim, ainda é meu serviço de streaming favorito e não vivo sem ele. Vida longa ao Spotify