Início » Telecomunicações » TIM e Vivo compartilharão 2G, 3G e 4G com aprovação da Anatel

TIM e Vivo compartilharão 2G, 3G e 4G com aprovação da Anatel

TIM e Vivo terão rede 2G única e compartilharão infraestrutura de 3G e 4G em municípios com menos de 30 mil habitantes

Lucas Braga Por

Durante reunião do conselho diretor, a Anatel aprovou por unanimidade o acordo de compartilhamento entre TIM e Vivo. As operadoras devem criar uma rede 2G única, além de compartilhar infraestrutura para 3G e 4G em municípios pequenos.

Antena de celular

O presidente da Anatel, Leonardo Euler, destacou que o acordo permite otimizar as redes e ter uso eficiente de espectro, além de ampliar a cobertura de ambas as operadoras e melhorar a qualidade do serviço. O compartilhamento foi recém-aprovado pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômcia (Cade).

Inicialmente as operadoras irão aplicar o arranjo em 50 cidades, divididas igualmente para cada empresa. O projeto inicial é programado para ser finalizado e ter um balanço em até 180 dias a partir da primeira implementação, e a partir daí será decidido o perímetro total.

O acordo envolve 2,7 mil cidades brasileiras. Nas cidades onde tanto TIM como Vivo atuam, haverá desativação dos sites sobrepostos, permitindo a redução de custos e liberar o espectro para outras atividades. Nas cidades onde uma das operadoras não está presente, haverá expansão da cobertura, com cessão da rede à concorrente.

Para as operadoras, o compartilhamento traz uma economia significativa, uma vez que TIM e Vivo irão dividir todo o custo de operação. A formação de uma rede 2G única é importante porque, embora em desuso, ainda existem regiões onde 3G e 4G não chegam, além de dispositivos de internet das coisas que usam modem GPRS, como rastreadores veiculares e máquinas de cartão de crédito.

Compartilhamento de 3G e 4G nas cidades pequenas

Nos municípios com menos de 30 mil habitantes, TIM e Vivo irão compartilhar as redes 3G e 4G na frequência de 700 MHz. Ao todo, 800 cidades terão redes unificadas.

A atualização tecnológica levará mais concorrência para os municípios onde apenas Vivo ou TIM possuam presença, uma vez que pelo menos duas operadoras terão rede 3G ou 4G. Cada empresa comercializa seus próprios planos, com diferentes preços e pacotes.

Atualmente, a Vivo está presente em 4.667 cidades, sendo 3.892 municípios com tecnologia 2G, 4.511 cidades com 3G e 3.210 municípios com 4G. Já a TIM tem presença em 3.813 municípios, sendo 3.475 cidades com 2G, 3.824 municípios com 3G e 3.506 cidades cobertas com 4G.

Com informações: Mobile Time

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
7 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Fábio Laurindo (@Fabio_Laurindo)

Bem será que enfim a vivo terá então 4G nas conhecidas cidades aonde o judas perdeu a bota.

Gustavo Rocha (@Gustavo)

provável que sim kkkk, a TIM cresceu demais com o 4G e em cidades pequenas

imhotep (@imhotep)

Em várias cidades do Norte da Bahia vc só encontra sinal da Vivo e dependendo da cidade, da Claro ou da Oi. A Tim tem uma rede muito esparsa nessa região.

Lucas Braga (@LucasBraga)

A diferença entre TIM e Vivo na cobertura 4G não é tão gritante assim.

Dados de março de 2020 sobre cobertura 4G:

Vivo: 3.210 municípios TIM: 3.506 municípios Claro: 2.813 municípios Oi: 1.023 municípios

Fonte: Teleco

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

É interessante notar que nenhuma das 3 tecnologias tem cobertura em todas as cidades que a operadora tem cobertura.

Seria interessante (embora imagino que não se tenha esses dados de fácil acesso) calcular quantas cidade só 1 das 2 operadoras tem cobertura em cada tecnologia, assim veríamos o quando a rede 2g delas vai se expandir com essa fusão.

Será que todas as 3210 cidades que a vivo tem cobertura também tem cobertura da TIM?
Acho que a tim vai ganhar um bom crescimento em 3g em troca da vivo ganhar um bom crescimento em 4g e as 2 vão economizar dinheiro.

Michel da Silva Soares (@Michel)

Pode não ser tão gritante em números, mas na prática eu vejo o 4G da TIM funcionando em praticamente todos os locais, diferente da VIVO que só em local e em cidades específicas.

imhotep (@imhotep)

Rede móvel é assim mesmo.
Vai de lugar pra lugar.
Nas minhas andanças pelo país (passei já por todos os estados e muitas vezes em cidades que ninguém nunca ouviu falar), muitas vezes encontrei sinal de uma e não de outra.
Na média nacional, achei a rede da Vivo mais ampla, principalmente pelo 3G.
Nesses lugares, o que eu preciso basicamente é sinal, que seja pra fazer uma ligação. Então se tem 2G, já fico mais tranquilo.

Hoje eu tenho 2 linhas: Vivo e Tim. Dependendo do lugar é uma ou outra.

Claro e Oi já acho piores, principalmente nos confins do país.

Whebert Souza (@whebertsouza)

E eu achando que a Tim tivesse mais cobertura 2G devido ao Marketing agressivo que ela faz.

Parece que a Tim foi a mais favorecida nesse acordo. De qualquer maneira, espero que mais acordos assim sejam realizados, principalmente na rede 2G.