Início » Aplicativos e Software » App da ONU para monitorar distanciamento social não funciona

App da ONU para monitorar distanciamento social não funciona

A proposta do 1point5 é usar o Bluetooth para alertar quando há uma distância muito pequena para outra pessoa

Victor Hugo Silva Por

O Laboratório de Tecnologia e Inovação da ONU (UNTIL) lançou na quarta-feira (29) um aplicativo cuja proposta é monitorar o distanciamento social em meio à pandemia do novo coronavírus (COVID-19). O problema é que o 1point5, como foi chamado, simplesmente não funciona.

1point5, o aplicativo de distanciamento social da ONU

A descrição do 1point5 aponta que ele é capaz de alertar quando há uma distância muito curta para um aparelho com Bluetooth, o que indicaria a presença de outra pessoa. Por padrão, ele deve avisar se um aparelho estiver a menos de 1,5 metro, mas há a opção de aumentar o espaço mínimo para 2 metros.

Ao anunciar a ferramenta , o UNTIL indicou que ela pode medir a distância entre smartphones e outros dispositivos contanto que todos estejam com o Bluetooth habilitado. “Esses outros celulares não precisam ter o aplicativo instalado para ele detectar sua presença”, indica o comunicado.

O primeiro a encontrar falhas no aplicativo foi o Motherboard, que o instalou em dois celulares Android. Ao aproximar os aparelhos de outros com Bluetooth ligado, o 1point5 não apresentou nenhum aviso.

Em testes do Tecnoblog, os resultados foram parecidos. Com muito esforço, o aplicativo reconheceu outros celulares em que ele também estava instalado. Porém, indicou que a distância estava adequada quando os aparelhos estavam a apenas 20 cm um do outro.

O problema do aplicativo aumenta ao considerar que ele busca qualquer aparelho com Bluetooth. Além dos celulares, que costumam ficar juntos a uma pessoa, o 1point5 também pode exibir alertas desnecessários por conta de videogames, computadores, alto-falantes, entre outros.

A principal iniciativa que usa celulares para conter o avanço da COVID-19 é diferente do aplicativo da ONU e foi criada com uma parceria entre Apple e Google. As empresas estão apostando no chamado rastreamento de contato para informar pessoas que elas podem ter feito contato com quem testou positivo para a doença.

Comentários da Comunidade

7 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Robson Machado

Na verdade ele funciona muito bem para o que foi programado. A questão é que a programação é diferente da proposta oficial.

Schio ☭

O valor da engenharia de software… Acho que quem fez o app era daqueles: só ir programando que dá certo

Leonardo Brandão Gonçalves

Desvio de dinheiro na certa. Impossível não saber que a forma que foi programado dificilmente conseguiria medir a distância correta. Outro ponto tosco é que outros dispositivos Bluetooth também seriam “pessoas”. Nem um estudante faz um trem desse.

Tem que pesquisar quanto pagaram e para quem pagaram.

Henrique Picanço

A ideia é ótima, mas foi muito mal aplicada.

Giovani

leonardobg7 vai sair muita gente bilionária dessa pandemia …

Participe da discussão