Início » Brasil » Uber oferece viagens grátis para doação de sangue em SP

Uber oferece viagens grátis para doação de sangue em SP

Ação também acontece com o mesmo valor para voucher no Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Fortaleza e Teresina

André Fogaça Por

A Uber divulgou que São Paulo também estará na lista de estados que contam com corridas com desconto, ou de graça, para quem vai doar sangue durante a pandemia de COVID-19, causada pelo coronavírus. O benefício começa a valer nesta quarta-feira (6) e vale para a região metropolitana da cidade de São Paulo.

Aplicativo Uber - motorista

O valor que a Uber cobre é de R$ 30 na ida e mais R$ 30 na hora de voltar para casa, sempre que o destino ou o início da corrida for em um dos hemocentros participantes. São quatro bancos da Fundação Pró-Sangue e dois da Colsan (Sociedade Beneficente de Coleta de Sangue).

A iniciativa já está acontecendo em outras cidades brasileiras, como Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Fortaleza e Teresina. Em São Paulo, os endereços dos seis locais são esses:

  • São Paulo
    • Posto Clínicas: Av. Dr. Enéas Carvalho de Aguiar, 155, 1º andar
    • Posto Mandaqui: R. Voluntários da Pátria, 4227
  • Osasco
    • Posto Regional de Osasco: R. Ari Barroso, 355 – Presidente Altino
  • Guarulhos
    • Posto Stella Maris: R. Maria Cândida Pereira, 568
  • São Bernardo do Campo
    • Hemocentro Regional: Rua Pedro Jacobucci, 440 – Jardim das Américas
  • São Caetano do Sul
    • Núcleo Regional de Hemoterapia Dr. Aguinaldo Quaresma: Rua Peri, 361

Os quatro primeiros endereços são da Pró-Sangue e é necessário agendar a visita previamente, neste link. A promoção da Uber se estenderá até o próximo sábado (9). De acordo com o secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann, todos os postos de coleta seguem as normas sanitárias e não oferecem riscos de contaminação.

Todos os tipos sanguíneos são bem-vindos, mas a maior necessidade atual é para O negativo, A negativo e B negativo. O atual estoque da Fundação Pró-Sangue destes tipos é suficiente para apenas uma semana de uso.

O doador ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos precisam de autorização); pesar no mínimo 50 quilos; estar descansado; estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas quatro horas que antecedem a doação, e bebidas alcoólicas 12 horas antes); e apresentar documento original com foto recente.

Doadores infectados pela COVID-19 são inaptos para a doação durante 30 dias após a recuperação clínica. Os que estão em contato com pessoas contaminadas devem esperar 14 dias para realizar a doação de sangue.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Fábio Laurindo (@Fabio_Laurindo)

Em 3,2,1 teremos pessoas oportunistas dando golpe kkk.

@ksio89

Sei que não é o propósito do artigo, mas tá bem resumida esta lista de exigências aí para ser apto à doação de sangue, há uma quantidade bem maior de restrições que potenciais doadores devem saber para não perder a viagem.

Schio ☭ (@Sckillfer)

As exigências são essas, não ter tido hepatite e não ter tido nenhuma exposição recente (sexual ou de agulhas, como tatuagem e drogas injetáveis); o problema é que a parceria é justamente com a Pro Sangue, que faz uma (longa) entrevista vexatória sem embasamento científico aos voluntários, ter transado com camisinha nos últimos meses não pode, mas se transou sem é só esperar uma ano que pode, sem fazer exames pra ver se tem uma doença ou não, basta esperar um ano que magicamente tu pode doar (por mais que HIV, por exemplo, possa levar até 10 anos para causar algum sintoma).