Início » Jogos » Nintendo Switch vendeu mais que N64 e GameCube somados

Nintendo Switch vendeu mais que N64 e GameCube somados

Nintendo Switch já vendeu 55,77 milhões de unidades; Animal Crossing: New Horizons alcançou 11,77 milhões de vendas em dez dias

Lucas Lima Por

O Nintendo Switch alcançou o total de 55,77 milhões de unidades vendidas desde seu lançamento em 2017: já é mais que a soma do Nintendo 64 e do GameCube. Animal Crossing: New Horizons pode ter influência nesse número, já que acumulou 11,77 milhões de vendas nos dez primeiros dias e 13,41 milhões nas primeiras seis semanas.

Nintendo Switch edição Animal Crossing

No primeiro trimestre de 2020, foram vendidas 3,29 milhões de unidades do Switch, crescimento de 33% em relação ao mesmo período do ano passado. Com isso, o console já é maior que a soma do Nintendo 64, que teve 32,93 milhões de unidades vendidas, com o GameCube, que alcançou 21,74 milhões.

Com relação ao ano fiscal completo, de 1º de abril de 2019 até 31 de março desde ano, o número de Switches vendidos foi de 21 milhões, superando a previsão de 18 milhões da empresa.

No próximo ano fiscal, até 31 de março de 2021, a Nintendo espera vender mais 19 milhões de unidades do Switch. Ele está 20 milhões de unidades abaixo do número de vendas do 3DS.

Uma das principais apostas para o crescimento das vendas é o isolamento social em decorrência da pandemia do novo coronavírus, causador da COVID-19. Isso significa ter mais gente em casa buscando alternativas para passar o tempo.

Nos Estados Unidos, consumidores tiveram dificuldade de encontrar o videogame à venda e, em alguns casos, o console é vendido por quase o dobro do valor sugerido pela Nintendo (US$ 299 para o modelo tradicional).

preços do Nintendo Switch na Amazon dos EUA

Amazon dos EUA

Animal Crossing é o sexto jogo mais vendido do Switch

Lançado em 20 de março, Animal Crossing: New Horizons chegou a marca de 11,77 milhões de unidades vendidas até o fim do ano fiscal, em 31 de março. Porém, a Nintendo informou que esse número já passou de 13,41 milhões de cópias nas seis primeiras semanas.

tom nook animal crossing

Animal Crossing é uma das maiores franquias da Nintendo e a versão para o console híbrido da empresa não poderia chegar em um período melhor: é um game relaxante que permite ao jogador simular a vida em uma ilha deserta, evoluindo à sua maneira. Eu já contei que esse tem sido meu melhor passatempo na quarentena.

O total de vendas coloca New Horizons em sexto lugar no ranking de jogos mais vendidos do Nintendo Switch. Já é maior que Luigi’s Mansion 3, New Super Mario Bros. Ultimate, Super Mario Party, Splatoon 2 e Pokémon Let’s Go. Os mais vendidos foram:

  1. Mario Kart 8 Deluxe (24,77 milhões)
  2. Super Smash Bros. Ultimate (18,84 milhões)
  3. The Legend of Zelda: Breath of the Wild (17,41 milhões)
  4. Super Mario Odyssey (17,41 milhões)
  5. Pokémon Sword & Shield (17,37 milhões)

Com informações: Nintendo, Engadget, The Verge.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Daniel Neves (@danielneves)

Incrível, principalmente os números de Animal Crossing.

João M. (@RonDamon)

Se a Nvidia trouxer DLSS 2.0 nas próximas iterações ou consoles da Nintendo vão revolucionar, hein.

Eduardo Alvim (@Eduardo_Alvim)

Acho que a qualidade dos jogos da Nintendo independe de tecnologia proprietária A ou B no processamento de imagens.

João M. (@RonDamon)

Me referi à Nvidia pois é ela que trabalha com a Nintendo no Switch. Nos PS/Xbox, por exemplo, é a AMD.

Eu (@Keaton)

Enquanto isso em terra tupiniquim… https://i.imgur.com/w27Ejsx.png

Eduardo Alvim (@Eduardo_Alvim)

Mas nem me referia a uma marca ou outra, quando disse A ou B. Eu só acho que a Nintendo é tão competente na produção de suas plataformas e jogos que os gráficos são o de menos. Não vai ser um padrão de processamento de imagem usando inteligência artifical que causará uma “revolução”.

João M. (@RonDamon)

Recomendo ver os vídeos do DLSS 2.0. Portáteis e notebooks são os que mais se beneficiam de poder rodar jogos sem precisar de alto poder gráfico.

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

Não acredito que o DLSS 2.0 seja economicamente viável de ser implementado em uma futura revisão do Switch. A GPU dos modelos atuais é baseada na arquitetura Maxwell da NVIDIA, embora versões anteriores do DLSS pudessem rodar nos núcleos CUDA, o DLSS 2.0 depende dos núcleos RT da arquitetura Turing.

Colocar uma GPU sofisticada o suficiente para usar o DLSS 2.0 em um console híbrido, normalmente vendido na faixa dos 300 a 400 dólares, e ainda ter algum lucro me parece impraticável no momento…