Início » Aplicativos e Software » Índia é questionada por uso obrigatório de app de COVID-19

Índia é questionada por uso obrigatório de app de COVID-19

Trabalhadores do setor público e privado foram obrigados a instalar aplicativo indiano para monitorar COVID-19 (novo coronavírus)

Bruno Gall De Blasi Por

A Índia está sendo questionada por impor o uso do app para monitorar a COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus. Ainda que o download do aplicativo seja voluntário, trabalhadores dos setores público e privado foram obrigados a instalar o Aarogya Setu em seus celulares.

coronavirus covid-19

O Aarogya Setu é um aplicativo desenvolvido pelo governo indiano para rastrear a COVID-19. O app utiliza conexões Bluetooth e o GPS para monitorar as redondezas. Quando uma pessoa que testou positivo para doença se aproxima, o software emite um alerta ao usuário, por meio de uma notificação do celular.

Ainda que o aplicativo possa ajudar no combate à COVID-19, o Aarogya Setu vem causando incômodo na Índia. Isto porque trabalhadores do setor público e privado estão sendo forçados a instalar o aplicativo em seus celulares. Caso contrário, correm até o risco de perderem seus empregos, segundo o MIT Technology Review.

O governo foi convocado, nesta sexta-feira (8), para prestar esclarecimentos à corte indiana sobre o uso obrigatório do aplicativo. As autoridades deverão comparecer ao tribunal em 12 de maio.

O download do Aarogya Setu também se tornou obrigatório aos moradores da cidade de Noira. De acordo com o BuzzFeed News, o governo local está aplicando multas e até mesmo prendendo cidadãos que não estejam utilizando o aplicativo para rastrear a doença.

União Europeia - bandeira

União Europeia lança guia para apps de COVID-19

A União Europeia preparou um guia para o desenvolvimento de aplicativos para monitorar a COVID-19 nos países do bloco. O documento, disponibilizado ao público em abril, lista exigências para que os apps sejam utilizados por governos locais sem desrespeitar a privacidade os direitos dos cidadãos.

Outros países, como Alemanha e França, revelaram seus próprios aplicativos para rastrear e combater o novo coronavírus nas últimas semanas. Já o Reino Unido iniciou os testes de seu app, desenvolvido pelo Sistema Nacional de Saúde (NHS), na segunda-feira (5).

Com informações: Business Insider, MIT Technology Review e Reuters

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@ksio89

Esse monitoramento estatal é um passo pro autoritarismo.

Daniel Neves (@danielneves)

a longo prazo é perigoso, pode abrir precedentes. mas nesse momento acho importante

John Smith (@john)

Como esse aplicativo pode ser importante?

Daniel Neves (@danielneves)

saber quem está infectado pelo corona virus não seria importante?