Tecnoblog
Início » Telecomunicações » TIM Beta dará convite para alguns clientes do pré-pago

TIM Beta dará convite para alguns clientes do pré-pago

TIM vai distribuir convites do TIM Beta para clientes selecionados que fizerem recargas de pelo menos R$ 30 em maio e em junho

A TIM vai distribuir convites do TIM Beta entre alguns de seus clientes no pré-pago: a ação promocional exige recargas de pelo menos R$ 30 em maio e em junho. Isso está disponível apenas para quem recebeu o SMS com a oferta; a operadora diz que se trata de uma ação “pontual”.

É necessário ter um convite para entrar no TIM Beta padrão: o plano mensal de R$ 60 oferece 10 GB de internet, 600 minutos de ligações, WhatsApp ilimitado e acesso ao TIMMusic by Deezer.

Então, o cliente terá que juntar 1.230 pontos no Blablablâmetro para entrar na categoria Beta Lab; isso é feito ao realizar recargas e renovar o plano. Dessa forma, será possível usufruir de 20 GB mensais e 2.000 minutos de ligações.

Como funciona a promoção do convite para o TIM Beta

Em comunicado ao Tecnoblog, a TIM explica que promoveu “uma ação pontual de relacionamento com alguns clientes da base pré-paga, enviando convites para o TIM Beta caso o cliente faça as recargas de R$ 30 ou mais em maio e junho”.

O funcionamento é simples: se o cliente recebeu o SMS, precisa realizar uma recarga de pelo menos R$ 30 em maio, e outra recarga em junho também de R$ 30 ou mais. Então, o usuário receberá em julho o convite para ingressar no TIM Beta.

“Quer ganhar um convite TIM BETA e ter até 20 GB/mês e muito mais?”, pergunta a mensagem promocional da operadora. “Basta você recarregar R$ 30 ou mais em maio/20 e junho/20 que o convite será seu.”

Como nota Lucas Braga, nosso especialista em telecomunicações, o gasto médio dos clientes TIM Beta é maior que no pré-pago. O TIM Pré Top para quatro semanas custa R$ 40, com 4 GB mais 2 GB de bônus; enquanto isso, o Beta mensal sai por R$ 60, com o estímulo do Blablablâmetro para continuar fazendo recargas e chegar à categoria Beta Lab (ou se manter nela).

Em sua apresentação de resultados financeiros, a TIM alertou que o volume de recargas do pré-pago caiu em 10% no primeiro trimestre de 2020, se comparado ao mesmo período do ano passado. Isso é uma consequência da pandemia de coronavírus (COVID-19), por impedir os clientes que dependem de canais físicos. Mas, graças ao pós-pago, a operadora teve lucro de R$ 164 milhões.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação