Início » Aplicativos e Software » Spotify lança “modo festa” para criar playlists com amigos

Spotify lança “modo festa” para criar playlists com amigos

A playlist pode ser compartilhada entre até 100 pessoas e todas elas precisam estar no mesmo endereço

André Fogaça Por

O Spotify está lançando em modo de testes abertos uma função chamada de Group Sessions e que permite que uma playlist seja criada e compartilhada entre múltiplos usuários. Limitado apenas aos assinantes do serviço de streaming, a ferramenta faz a playlist ser controlada em tempo real em todos os dispositivos participantes.

spotify tecnoblog

Funciona assim: a pessoa que será o DJ da playlist envia um código para quem quer compartilhar e todos os participantes ganham controle de reprodução. Isso significa que qualquer um pode pausar, tocar mais uma vez, avançar ou até mesmo alterar a ordem das músicas, além de adicionar uma canção que não estava na playlist original. Toda interação aparece em todos os outros participantes, em tempo real e isso vale até para quando alguém pausa a música.

Muitos recursos estão disponíveis para usuários que não pagam ao Spotify para usar a plataforma, mas este não está nesta lista e pode ser uma forma da plataforma de streaming migrar quem não assina, para que pague mensalmente e assim participe das festas.

Mesmo que com cheiro de recurso que pode ser interessante em tempos de isolamento social, o Spotify limita o “modo festa” para quem está no mesmo local. Por outro lado, usuários de uma mesma conta familiar também podem interagir entre si e a playlist pode receber até 100 convidados.

Com informações: The Verge e TechCrunch.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
13 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Diego Nascimento (@Dieg0)

" todas elas precisam estar no mesmo endereço…"


já estragou a funcionalidade com essa limitação.

@ksio89

Acho que o Spotify confundiu amigo com parente.

João Almeida (@Joao_Almeida)

Eu já ia comentar que esse seria o primeiro recurso do Spotify que eu queria no AM, mas dada a limitação de mesmo local, passou longe

Júlio Tenório (@JulioTenorio)

Finalmente, uma pena essa limitação de localidade, pelo menos para mim sinto falta dessa função quando estou com meus amigos, já que cada um tá com seu fone. Gosto de comentar sobre as músicas também, então tem que ser local, mas em tempo de covid fica totalmente sem sentido.

Valdinei Ferreira (@valdinei)

Péssimo momento pra lançar essa funcionalidade kkkkk

John Smith (@john)

Que limitação estúpida. Fala sério.

Júlio Tenório (@JulioTenorio)

Meu Deus, achava que tocava a música no dispositivo de cada um, mas não, recurso inútil.

John Smith (@john)

Não tem nada de inútil. Pra quê um modo festa (presume-se que numa festa as pessoas estão no mesmo lugar) em que a música tenha que ficar saindo da caixinha de abelha que cada um tem em seu bolso?

Do contrário, o conceito, apesar de não ser novo (existem sites que fazem isso) é muito bom, pois as pessoas podem adicionar músicas sem ter que mexer no celular de quem estiver transmitindo para o aparelho de som. Agrada a todos e seria muito bacana num churrasco, por exemplo.

Mas em tempos de pandemia não vejo motivo para realmente existir uma limitação de endereço. E mesmo o que você achou que seria é algo interessante, mas aí já é um recurso completamente diferente do modo festa (e teria que obviamente ter outro nome, mais apropriado). Sync, talvez?

William Martins (@ouileeam)

Nossa, mas essa limitação de local foi um banho de água fria. Acho melhor eles repensarem isso logo, até porque não faz sentido essa limitação nesse período de isolamento social.

Júlio Tenório (@JulioTenorio)

Concordo que é não inútil, só minha decepção em não ser o recurso que esperava me faz agir dessa maneira . Mas o nome não é modo festa, é modo grupo, no app em português tá grupal, horrível achei. Dava pra fazer tudo nesse mesmo modo, só ter a opção do convidado escutar no seu dispositivo.

Como falou em churrasco ou algo do tipo é ótimo. Quanto ao recurso que falei, hoje só código fazer algo semelhante usando o Discord, onde posso sincronizar com outra pessoa.

Maxon (@Maxon)

Realmente, um péssimo momento para lançar essa função com limitação.

John Smith (@john)

Ah, fui pelo título da matéria mas ainda não vi o recurso na prática, me enganei no nome. Meio sem sentido, mesmo.

Raul H. (@raulxgang)

É uma boa. Lembro quando dei uma festa no ano passado e tivemos que usar o youtube no chromecast pra criar uma fila única onde todos podiam alterar a ordem ou colocar a música que quiserem pelo próprio celular conectado no meu wi-fi.

Mas, por conta da pandemia, eles podiam retirar a restrição de estar na mesma localidade.

Caleb Enyawbruce (@Enyawbruce)

a regra de estar no mesmo local ja quebrou o esquema… Pq nao compartilhar uma playlist com quem está longe?

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Tenham em mente que esse recurso deve ter começado a ser desenvolvido a pelo menos 6 meses, antes da pandemia e do isolamento, e quando ficou pronto lançaram, não viram motivo pra segurar o recurso.

Quem tá reclamando que ele não faz isso ou aquilo, para o que ele foi focado ele faz tudo que precisa, tocar em apenar um dispositivo é pq é para uma festa, quem sabe daqui alguns meses o Spotify não lança um recurso para ouvir musicas juntos.
Mas é um outro desafio de engenharia, totalmente diferente desse, já que se por algum motivo um dos participantes atrasar a musica por problemas de internet, tem de manter todos sincronizados, vai fazer como, inserir uma pausa entre uma musica e outra, pular um pedaço da musica pra sincronizar o mais atrasado? vai dar pra pausar ou só silenciar? todos vão poder pausar? quantos vão poder participar de uma reunião dessas?

Gostei bastante da ideia, ótimo para coloca um tablet ou celular secundário ligado no radio e todo mundo controlar do seu a distancia.

Exibir mais comentários