Tecnoblog
Início » Telecomunicações » Claro manterá sinal aberto de TV para canais infantis e de notícias

Claro manterá sinal aberto de TV para canais infantis e de notícias

Claro encerrará sinal aberto na TV paga para alguns canais que ficaram liberados no início da pandemia do coronavírus (COVID-19)

A Claro anunciou que encerrará o sinal aberto na TV por assinatura para diversos dos canais que ficaram liberados no início da pandemia de coronavírus (COVID-19). No entanto, a operadora continuará liberando o sinal de canais infantis e de notícias sem custo extra até 31 de maio de 2020.

A medida vale tanto para clientes da NET (cabo e IPTV/fibra) como Claro TV (satélite). O sinal ficou aberto durante 60 dias; a operadora afirma que encerrará a transmissão gratuita de conteúdo conforme a política acordada entre as programadoras. Quem quiser continuar assistindo a um canal que não pertence ao pacote assinado deverá migrar para um plano superior.

O sinal de canais de notícias e programação infantil continuará aberto até o final de maio, mas esse prazo pode ser prorrogado de acordo com a evolução das medidas de isolamento social no Brasil. Além disso, a Claro afirma que o Canal do Cliente (nº 500) vem transmitindo lives de música e também passará a exibir filmes e conteúdos sobre jogos e educação.

Assinaturas de TV têm queda durante pandemia

Todas as grandes operadoras de TV por assinatura liberaram conteúdo desde o início da pandemia de coronavírus, incluindo Oi, Vivo e Sky; mas isso não foi suficiente para conter as desconexões.

Dados da Anatel apontam que o mês de março de 2020 encerrou com 15,4 milhões de acessos de TV paga; são 100 mil acessos a menos que em fevereiro de 2020. A Claro/NET é líder no setor com 7,57 milhões de assinantes, seguida de Sky (4,55 milhões), Oi (1,52 milhões) e Vivo (1,28 milhões).

Este ano, a Polícia Civil de São Paulo apreendeu mais de 4,5 mil unidades de TV Box irregulares, utilizados para TV por assinatura pirata via internet (IPTV).