Início » Gadgets » Intelbras Izy Speak: Alexa em smart speaker brasileiro

Intelbras Izy Speak: Alexa em smart speaker brasileiro

Concorrente do Amazon Echo tem Alexa integrada e traz uma bateria para funcionar longe da tomada

Paulo Higa Por

A Alexa é a assistente pessoal mais aberta do mercado: ela já apareceu em soundbars, roteadores e até fornos elétricos. Os alto-falantes com Alexa mais conhecidos são os da linha Amazon Echo, mas outras fabricantes também podem desenvolver suas próprias caixinhas. E a Intelbras decidiu se aventurar nesse mercado com o Izy Speak, um smart speaker que também é portátil.

Com o mesmo design de torre do Amazon Echo, o Izy Speak funciona tanto no modo Wi-Fi quanto no Bluetooth, como uma caixa de som convencional para o seu celular. Em vez de ficar preso a uma tomada, o smart speaker brasileiro tem uma bateria interna que promete até quatro horas de autonomia e permite transportá-lo para qualquer lugar. Mas será que ele é bom mesmo? Eu conto tudo neste breve review.

Análise do Intelbras Izy Speak com Alexa em vídeo

O que é legal?

A implementação da Alexa no Izy Speak é a mesma que você vai encontrar no Amazon Echo. Isso significa que os mesmos comandos estão disponíveis e, principalmente, as mesmas integrações. Como a plataforma da Amazon é bastante evoluída, o smart speaker da Intelbras se torna muito versátil: dá para controlar as luzes da casa, escutar receitas, jogar Show do Milhão e usar tudo o que estiver na galeria de Skills.

Intelbras Izy Speak com Alexa - Review

A expansibilidade é um dos maiores trunfos da Alexa, em contraste com o Google Assistente, que tende a centralizar mais os comandos nas mãos do Google. A Alexa tem seus problemas (vários já apontados no review do Amazon Echo Show 5 e do Amazon Echo Show 8), mas ganha pontos pela agilidade nas respostas e pelo bom reconhecimento de voz em português.

Intelbras Izy Speak com Alexa - Review

Outro ponto de destaque do Izy Speak é a bateria integrada com capacidade de 2.400 mAh. Nos meus testes, com o volume em 50%, ouvindo músicas por streaming no Spotify no modo Wi-Fi, ele durou 4h13min fora da tomada, um pouco mais que as quatro horas prometidas pela Intelbras.

É uma função bacana porque abre novas possibilidades: eu posso começar a ouvir uma playlist no escritório e continuar na sala de jantar, por exemplo. Ou deixar o Izy Speak no quarto para me acordar com um alarme no dia seguinte e depois ouvir um podcast durante o café da manhã. E, claro, como ele funciona no modo Bluetooth, dá para ouvir músicas mesmo quando você estiver fora de casa, sem um Wi-Fi por perto.

Intelbras Izy Speak com Alexa - Review

O que não é legal?

O design do Izy Speak é um ponto fraco, tanto em termos visuais quanto funcionais. A carcaça de plástico não tem nada demais, destoando dos revestimentos em tecido das linhas Amazon Echo e Google Nest, que ficam bem mais bonitos na sala de estar. Até o formato do produto é irregular: ele tenta ser um cilindro, mas é achatado em uma das bordas, onde também existe uma “emenda” visível na grade do alto-falante.

Intelbras Izy Speak com Alexa - Review

Uma tampa meio desajeitada protege a entrada de áudio no padrão de 3,5 mm (P2) e a entrada Micro-USB para carregar a bateria. Essa tampa, aliás, é estranhamente grande: fica a impressão de que, em algum momento, o projeto do alto-falante previa uma porta USB para carregar outros dispositivos.

Intelbras Izy Speak com Alexa - Review

A localização das conexões também não faz muito sentido: elas deveriam ficar na parte inferior, até para evitar deixar um cabo pendurado no ar, visualmente discrepante. Apesar de ser portátil, ele deve ser usado principalmente em casa, em uma posição fixa, então a harmonia é um ponto importante em um produto dessa categoria.

Intelbras Izy Speak com Alexa - Review

O som também não impressiona: não é totalmente ruim, mas fica muito atrás de concorrentes como o Amazon Echo de 3ª geração. O alto-falante de 5 watts não consegue atingir frequências mais baixas, deixando o áudio pouco encorpado. Também existe um pico desagradável nos médios que torna certas músicas e vocais estridentes, o que é agravado com o volume acima de 60%. Um equalizador poderia amenizar o problema, mas o aplicativo não traz esse recurso.

Além disso, falta um pouco de definição na apresentação: em alguns momentos surge um aspecto metalizado como se eu estivesse ouvindo um MP3 de baixa qualidade, principalmente em músicas com mais pratos de bateria. Em termos de pressão sonora, ele me lembra o Google Nest Mini — só que o Google Nest Mini é um alto-falante bem menor e custa a metade do preço, então não se trata de um mérito do Izy Speak.

Intelbras Izy Speak com Alexa - Review

Por fim, a Intelbras deveria ter investido em um aplicativo melhor. O nível de bateria não é confiável: foi comum ver o indicador em 77%, depois 86%, depois 81% de novo… (E ele estava desconectado todo esse tempo.) A integração com serviços de streaming é inconsistente: uns podem ser acessados direto dali, outros são meros atalhos para o aplicativo oficial. E a busca de músicas nunca retornou um resultado para mim.

Vale a pena?

Não para a maioria das pessoas que está consultando este review. O Izy Speak foi lançado com preço sugerido de R$ 699, o mesmo do Amazon Echo de 3ª geração. Na prática, o smart speaker da Intelbras era encontrado em promoções por valores a partir de R$ 520 no momento da publicação desta análise, o que ainda não é exatamente uma pechincha.

Intelbras Izy Speak com Alexa - Review

É verdade que a Intelbras tem uma capacidade de distribuição muito forte no Brasil: os produtos da marca são encontrados em muitas lojas de construção e talvez você já tenha um equipamento deles na sua casa ou condomínio. Por isso, talvez o Izy Speak faça sucesso ao ser vendido em projetos de casa conectada, por exemplo. Mas, para o público mais versado em tecnologia, não vale partir para o modelo nacional.

O Izy Speak só oferece o básico. A qualidade sonora não é ruim, mas fica longe de impressionar. O volume é razoável, mas não sustenta níveis tão altos quanto um alto-falante Bluetooth da mesma faixa de preço. E a Intelbras poderia ter incluído mais microfones para melhorar o reconhecimento de voz em locais barulhentos. O diferencial é a portabilidade, mas fica difícil justificar a compra considerando as outras fraquezas.

Com um preço tão próximo ao praticado pelos gigantes da tecnologia, o smart speaker brasileiro ficou muito ofuscado. Quem sabe da próxima vez?

Especificações técnicas

  • Bateria: 2.400 mAh (até quatro horas de música)
  • Conexões: Wi-Fi 802.11 b/g/n (2,4 GHz), Bluetooth 2.1, Micro-USB, entrada auxiliar
  • Potência: 5 watts RMS
  • Resposta de frequência: 60 Hz a 20 kHz
  • Microfones: 2 (três metros de alcance com ruído < 50 dB)
  • Dimensões: 85×220 mm

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação