Início » Aplicativos e Software » Windows 10 vai rodar programas de Linux com interface gráfica

Windows 10 vai rodar programas de Linux com interface gráfica

Microsoft também vai adicionar suporte a aceleração de hardware por GPU em programas do Linux no Windows 10

Felipe Ventura Por

O Windows 10 já era capaz de rodar o Linux e programas em linha de comando há alguns anos: na conferência Build 2020, a Microsoft prometeu adicionar suporte nativo a aplicativos com interface gráfica de usuário (GUI). Além disso, o WSL (Windows Subsystem for Linux) terá suporte a aceleração de hardware por GPU.

Windows e Linux

Este é o cronograma: o WSL 2 será lançado em breve junto ao May 2020 Update do Windows 10, e será mais rápido que sua versão anterior por ter um kernel Linux de verdade. (O WSL 1 possui kernel próprio da Microsoft que traduz APIs do Linux.)

No segundo semestre, o WSL 2 permitirá que programas do Linux usem aceleração de hardware por GPU, algo útil para computação paralela e para treinamento de modelos de inteligência artificial e machine learning (aprendizado de máquina). Isso vai aparecer primeiro no modo Rápido (Fast Ring) do programa Windows Insider.

Windows 10 expande suporte a programas do Linux

E, em algum momento do futuro, o WSL terá suporte a programas do Linux com interface gráfica. Como explica o The Verge, é possível rodar aplicativos com GUI no Windows usando um servidor X de terceiros, mas com desempenho reduzido.

“Teremos mais a compartilhar sobre a previsão de suporte a aplicativos do Linux com GUI ainda este ano”, disse um porta-voz da Microsoft ao VentureBeat.

Também será mais fácil instalar o WSL, bastando usar o comando “wsl.exe -install” em vez de recorrer à Microsoft Store. Isso será testado inicialmente no programa Windows Insider “nos próximos meses”.

Essas melhorias são uma forma de atrair desenvolvedores que queiram usar o Windows 10 como ferramenta de trabalho. O sistema permite instalar distribuições do Linux, como Ubuntu, SUSE Linux e Fedora; e até integrou acesso aos arquivos do Linux ao Windows Explorer.

A Microsoft também liberou o Windows Terminal na versão 1.0, ou seja, estável para uso corporativo. Ele reúne ferramentas de linha de comando como PowerShell, Prompt de Comando e WSL; e possui interface personalizável com abas, painéis, janelas destacáveis e atalhos de teclado. Você pode fazer o download na Microsoft Store ou no GitHub.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
9 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação