Início » Celular » Apple iPhone 11 está sendo montado no Brasil pela Foxconn

Apple iPhone 11 está sendo montado no Brasil pela Foxconn

Apple iPhone 11 tem inscrição "indústria brasileira" na parte de trás; iPhone XR e novo iPhone SE também são montados no Brasil

Felipe Ventura Por

A Apple está expandindo seu portfólio de produtos montados no Brasil: unidades mais recentes do iPhone 11 são feitas na fábrica da Foxconn em Jundiaí (SP) e vêm com a inscrição “indústria brasileira” na parte de trás. A Anatel confirmou que o novo iPhone SE também será montado no país.

Apple iPhone 11 - Review

Segundo o MacMagazine, a Foxconn vem montando o iPhone 11 no Brasil desde fevereiro de 2020. Alguns clientes da Apple notaram a inscrição “indústria brasileira” atrás do celular e a menção à Foxconn do Brasil na caixa.

Além disso, quando você visita a loja online da Apple e coloca um iPhone 11 na sacola de compras, a URL mostra que o produto tem código terminado em “BR” (como MWLW2BR), indicando que ele é montado no Brasil.

Apple iPhone 11

iPhone XR também é montado no Brasil

O iPhone XR, feito localmente desde o ano passado, também possui código que termina em “BR”. Isso não vale para o iPhone 11 Pro nem para o Pro Max, que trazem SKU com final “BZ”.

Documentos da Anatel listam a Foxconn brasileira como uma das unidades fabris que montam o iPhone XR e o novo iPhone SE; mas não mencionam essa fábrica para o iPhone 11 Pro nem Pro Max.

A Anatel não permite conferir os documentos de conformidade técnica para o iPhone 11: a agência afirma que eles estão “em análise”, provavelmente para inserir a referência à fábrica da Foxconn em Jundiaí — inicialmente, eles eram somente importados, mas passaram a ter montagem nacional.

O iPhone 8 e 8 Plus não são mais vendidos pela Apple, mas podem ser encontrados em outras varejistas e também são montados no Brasil.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
8 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Eu (@Keaton)

Aposto que o preço não vai cair um centavo… hahaha

Caleb Enyawbruce (@Enyawbruce)

Ainda existe aquele desconto nos impostos pra empresas q montam dispositivos aqui? Se sim, pra onde vai esse dinheiro se a Apple não dá desconto no valor do produto? Para os cofres da empresa, pelo jeito…

Mickey Sigrist (@Mickey)

Pode ter certeza que não.

Mickey Sigrist (@Mickey)

Direto pro bolso dos acionistas!

Andre Crespo (@Andre_Crespo)

Típica matéria inútil, já que esse fato não muda nada para nós consumidores. Qual é a diferença para nós? Somente empregos talvez, mas nem isso é mencionado na matéria . Mesmo que empregos fossem mencionados, esse site não é pra isso, mas sim para notícias de tecnologia

Filipe Espósito (@filipeesposito)

“Não vai cair um centavo.” aí que tá, já caiu! É possível encontrar o iPhone 11 no varejo por R$3.800 (o preço oficial dele é R$4.999). Convertendo, isso dá praticamente o valor do aparelho lá fora ($649). Sempre que montam um iPhone no Brasil, o desconto é repassado pelo varejo. A Apple mesmo nunca altera o preço oficial antes do lançamento de outro iPhone. Isso sem contar que o iPhone 11 chegou aqui com o dólar em R$4,16, e hoje a cotação já ultrapassa R$5,50.

Eu (@Keaton)

Até esse aumento que eles socaram nos aparelhos não vai cair quando (e se) o dolar voltar à uma cotação decente… hahaha

Fabricio de Oliveira Silva (@LonelyEagle)

Se não me engano, esse desconto era cedido pela antiga Lei do Bem da Informática ou algo assim, mas já acabou. E mesmo se ainda existisse, não beneficiaria os iPhones, porque ela tinha um teto de preço (que sem dúvida o iphone passa). O último celular que comprei contemplado por ela foi o Nexus 4 (até vinha com um app pra baixar outros apps brasileiros, mas como era Nexus, dava pra desinstalar).

Filipe Espósito (@filipeesposito)

A Lei do Bem só beneficiava os celulares e tablets que custavam até R$1.500. O iPad chegou a ser beneficiado pela lei graças ao câmbio menor na época. No demais, montar no Brasil no máximo ajuda a empresa a segurar os preços aqui em relação à disparada do dólar, mas não garante nenhuma isenção fiscal boa.

Caleb Enyawbruce (@Enyawbruce)

Tem essa tbm…