Início » Saúde » PCR, Antígeno, IgG e IgM: entenda os testes de coronavírus

PCR, Antígeno, IgG e IgM: entenda os testes de coronavírus

Testes de coronavírus; saiba para qual caso cada um é indicado e veja as diferenças entre os métodos e o tempo para resultado

Gabrielle Lancellotti Por
TB Responde

Durante a pandemia da COVID-19, diversos testes de coronavírus disponíveis no mercado prometem confirmar se a pessoa está infectada ou não.

O teste RT-PCR, o teste de antígeno e o teste sorológico (IgG e IgM) estão entre as opções disponíveis para a confirmação da presença do sars-CoV-2, no organismo.

Antes de escolher entre as alternativas, deve-se entender que os procedimentos têm indicações, precisões, tipos de coleta, tempos de espera para resultado e preços diferentes. Entenda qual método pode ser mais eficaz para cada caso.

Testes de coronavírus/Pixabay/Fernando Zhiminaicela

Teste de Coronavírus (RT-PCR)

O teste de coronavírus RT-PCR é um exame no qual é feita uma análise genética do material coletado. O objetivo é verificar se o RNA do sars-CoV-2 também consta na amostra. Esse exame é apontado como padrão-ouro de diagnóstico. Isto é, o resultado de maior precisão, entre as opções de testes disponíveis.

A amostra para avaliação é, preferencialmente, um raspado de nasofaringe que pode ser combinado a um raspado de orofaringe. Um swab — cotonete longo e de haste flexível — é inserido profundamente pelo nariz ou pela boca, para coletar secreções da mucosa mais interna das vias respiratórias.

A coleta pode ser feita, a partir do 3º dia do aparecimento dos sintomas, até o 10º dia.

Testes de coronavírus/Pexels/Karolina Grabowska

RT” refere-se à enzima transcriptase reversa, usada para converter o RNA do vírus em DNA complementar. A sigla “PCR” significa reação em cadeia de polimerase, uma técnica usada para produzir várias cópias de um gene — o que facilita seu estudo.

Um segmento de DNA pode ser amplificado — quando são feitas cópias a partir de um exemplar — artificialmente, em laboratório.

Teste de Anticorpos (IgG e IgM)

O teste de anticorpos coronavírus, como o próprio nome sugere, busca detectar a presença de anticorpos (imunoglobulinas) em uma amostra de sangue. Ou seja, esse exame verifica a resposta imunológica do corpo em relação ao vírus.

É feita uma análise sorológica, na qual é medida a quantidade de anticorpos no soro — a parte líquida do sangue. Nesses testes, destacam-se as imunoglobulinas de classe “M” (IgM) e as imunoglobulinas de classe “G” (IgG).

As da primeira classe (IgM) são encontradas no período inicial da doença. As da segunda classe (IgG), por outro lado, aparecem pelo menos cerca de três semanas após a infecção e, normalmente, indicam uma potencial imunização.

No caso da COVID-19, causada pelo novo coronavírus, ainda não é conhecida a eficiência e durabilidade da imunidade relacionada ao anticorpo IgG. Ou seja, ainda não é possível afirmar que quem já foi infectado não poderá ser contaminado mais uma vez.

Testes de coronavírus - coleta de sangue/Pexels/Karolina Grabowska

Teste de Coronavírus (Antígeno)

Há testes que buscam detectar a presença do antígeno — que pode ser o componente de um vírus, por exemplo — em menos tempo.

Segundo o laboratório Labi Exames, enquanto o resultado do RT-PCR pode demorar alguns dias para ser liberado, o Teste Coronavírus (Antígeno) leva 6 horas para confirmar a presença do vírus no material coletado.

Para essa avaliação também é retirada uma amostra de secreção do nariz e da garganta com o swab. Quando o teste é feito a partir do 5º dia de apresentação dos sintomas, a precisão é maior.

Veja a tabela comparativa entre os tipos de testes:

Fonte: Labi Exames Teste de Coronavírus (PCR) Teste de Coronavírus (Antígeno) Teste de Anticorpos Coronavírus (IgG e IgM)
___ Avaliação genética para detectar o sars-CoV-2 desde os primeiros dias de infecção Teste para detecção de sars-CoV-2 a partir do 3º dia de infecção Exame para detecção de anticorpos anti-coronavírus a partir do 10º dia de sintomas
Resultado 5 dias úteis 6 horas 8 horas
Indicação Pessoas com sintomas graves por mais de 1 dia Pessoas com sintomas leves e moderados ou que tenham tido contato com indivíduos contaminados ou que apresentam sintomas Pessoas que apresentaram sintomas de gripe prolongada e querem confirmar a presença do vírus ou saber se estão potencialmente imunizadas
Momento ideal para fazer o teste Desde os primeiros dias de aparecimento dos sintomas A partir do 3º dia de aparecimento dos sintomas A partir do 10º dia de aparecimento dos sintomas
Precisão Alta precisão desde os primeiros dias de infecção Precisão relativa ao PCR:
85% a partir do 3º dia
100% a partir do 5º dia
Alta precisão a partir do 10º dia de aparecimento dos sintomas
Tipo de Coleta Secreção do nariz e da garganta Secreção do nariz e da garganta Sangue
Preço R$ 298,08 à vista no site ou R$ 331,20 parcelado R$ 298,08 à vista no site ou R$ 368 parcelado R$ 245 à vista no site ou R$ 272,22 parcelado

Atenção: alguns laboratórios exigem pedido médico para realizar exames e outros não. Certifique-se com antecedência.

Para não restar dúvidas, o infectologista Dr. Celso Granato explica, pelo Grupo Fleury, as diferenças entre os tipos de exames:

Com informações de: MSD Manuals, Fleury, Labi Exames

 

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação